Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Investigação sobre chacina ganha reforço de 20 pessoas e 5 testemunhas já foram ouvidas

segunda-feira, 20/05/2019, 09:23 - Atualizado em 20/05/2019, 14:04 - Autor:


Gestores de Segurança Pública (SIEDS) foram convocados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) para uma reunião emergencial que será realizada na tarde desta segunda-feira (20), no Palácio do Governo, em Belém, para acompanhar o desdobramento do crime que vitimou 11 pessoas, na tarde do último domingo (19), no bairro do Guamá, na capital paraense. 


Segundo a Segup, cinco pessoas já foram ouvidas pela Divisão de Homicídios que ganhou reforço, ainda na tarde de ontem, com uma equipe de aproximadamente 20 pessoas, entre papiloscopistas, investigadores, escrivães e delegados. Até o momento, as investigações estão sendo realizadas pela Polícia Civil e nenhuma linha de investigação está descartada. 



Dos 11 corpos, sete já foram periciados e destes quatro já foram liberados. Duas pessoas (dois homens) permanecem sem identificação por falta de documentação e reconhecimento da família, segundo a Segup.


Um sobrevivente, identificado apenas como como A.G.S, que foi baleado e socorrido, permanece internado em estado grave, de acordo com a Segup.


IML


A movimentação foi intensa na manhã de hoje, no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, onde familiares aguardavam a liberação dos corpos das 11 vítimas da chacina.


Testemunhas relataram que homens encapuzados chegaram em um carro preto e uma moto e efetuaram os disparos. Ao todo, 5 mulheres e seis homens morreram. 



As vítimas, segundo a Segup, foram identificadas como: Maria Ivanilza Pinheiro Monteiro (Dona Do Bar), 52 anos; Tereza Raquel da Silva Franco, 33 Anos; Meire Helen Sousa Fonseca; Samira Tavares Cavalcante, entre 35 e 36 Anos; Flávia Teles Farias da Silva, 32 anos e Marcio Rogério Silveira Assunção, 37 anos; Sérgio dos Santos Oliveira, 32 anos; Leandro Breno Tavares da Silva, 22 anos; Paulo Henrique Passos Ferreira.


(DOL com informações de Wesley Costa/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS