Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Assaltos a ônibus diminuíram quase 60% nos quatro primeiros meses do ano

quinta-feira, 18/04/2019, 09:10 - Atualizado em 18/04/2019, 12:56 - Autor:


O Pará reduziu em 39% o número de roubos registrados em todo o Estado no período de 1º a 15 de abril. O roubo a coletivos diminuiu de 513 registros no ano passado para 219 este ano, ou seja, menos 57%, no mesmo período.


De acordo com uma fonte da Secretaria de Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (Segup), com base no relatório da criminalidade, ano passado foram registrados 4.774 roubos, enquanto que em 2019 foram 2.930, ou seja, 1844 roubos a menos.


O roubo a transeuntes no Pará também diminuiu. No ano passado foram registrados 3.996 roubos, já no mesmo período deste ano foram 2.447, menos 1.549 (38,76%).


No mesmo período, o roubo de veículos também caiu em 62%. Foram registrados 320 e 121 no ano passado e este ano, respectivamente, representando 199 roubos a menos.



Além desses dados, é importante destacar roubo a coletivos também apresentou queda em comparação ao ano passado. Em 2018 foram 72 registros, enquanto este ano foram apenas 16, uma queda de 78%.


Em pouco mais de cem dias de atuação do novo governo, de janeiro a 10 de abril, o Pará registrou uma queda de 28% no número de roubos em geral. No mesmo período do passado foram registrados 33.638 roubos, enquanto este ano foram 24.189.


O roubo de veículos também caiu. Ano passado foram 2.334 contra 984 este ano, representando uma queda de 58%.


HOMICÍDIOS


O Pará também reduziu o número de homicídios registrados em todo o Estado em comparação ao ano passado. Ano passado foram registrados 179 homicídios contra 108 este ano, caindo em 40%, o que representa 71 vidas preservadas.



Na Região Metropolitana de Belém, o número de homicídios também caiu em 69%. Na capital paraense, este ano, foram registrados apenas 19 homicídios, contra 50 no mesmo período do ano passado, representando 31 vidas preservadas.



Desta forma, de acordo com o levantamento que faz parte do Monitor da Violência, feito pelo Núcleo de Estudos da Violência da USP e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, o Pará teve uma queda do número de mortes no primeiro bimestre de 2019, saindo da área considerada vermelha.


Leia também:



(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS