Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Polícia investiga homicídio de liderança no interior do Pará

sábado, 23/03/2019, 18:34 - Atualizado em 23/03/2019, 20:23 - Autor:


A Polícia Civil investiga a morte de Claudionor Amaro Costa da Silva, 43 anos, Dilma Ferreira Silva, 45 anos, e Milton Lopes, 38 anos, assassinados na madrugada da última sexta-feira (22), no assentamento Salvador Allende, zona rural de Baião, nordeste paraense, distante 70 km da cidade de Tucuruí.


A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) informou que foi criada uma Força-Tarefa para investigar o crime e que um inquérito policial foi instaurado. Até o momento, cinco testemunhas foram ouvidas.


A Polícia Civil reforça que não é possível fechar uma linha de investigação para a motivação do crime.


O CRIME


As primeiras informações são de que seis homens, em três motocicletas, chegaram por volta das 20 horas no local do crime, um bar/casa de propriedade de Claudionor. Até então, Milton bebia com duas pessoas. Uma hora e meia depois, continuava no local ele e os seis homens das motocicletas; enquanto isso, Claudionor e Dilma estavam dormindo dentro da residência.


LEIA TAMBÉM:


Triplo homicídio é registrado no interior de Baião


Corpo de líder de movimento social assassinada no Pará apresentava sinais de degolamento


No início da madrugada, moradores ouviram o som do bar e estranharam porque, segundo eles, Claudionor costumava fechar o local cedo. Ao chegarem no local, encontraram Milton, Claudionor e Dilma mortos, respectivamente, no chão do bar, no primeiro cômodo e no último cômodo.


A polícia afirma que os suspeitos utilizaram uma arma branca, tipo faca, que foi apreendida no local do crime.


CASA REVIRADA


Suspeita-se também que Milton tenha sido morto do lado de fora do bar e arrastado para dentro.


Claudionor foi morto na cama em que costumava dormir quando os clientes bebiam; ele estava amordaçado e amarrado com uma rede e recebeu diversas facadas pelo corpo.


Dilma, que dormia no último cômodo da residência, estava amarrada e amordaçada, além de ter um corte profundo no pescoço.


A casa das vítimas foi revirada e objetos, roubados. A motocicleta de Claudionor teve o pneu rasgado, retirado da moto e jogado na rua perto da propriedade. Os suspeitos não eram conhecidos na localidade.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS