Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


28°
R$

Notícias / Polícia

Polícia

Polícia divulga foto de terceiro investigado na morte de taxista de Barcarena

segunda-feira, 04/02/2019, 19:27 - Atualizado em 04/02/2019, 20:04 - Autor:


No final da tarde desta segunda-feira (4), foi oficialmente divulgada a foto de Eduardo de Souza Lobato, foragido após ser identificado como um dos envolvidos na morte do taxista Hugo Montano, de 66 anos, encontrado morto com os pés e as mãos amarrados em um ramal de Abaetetuba, nordeste paraense, na noite de 26 de janeiro deste ano.


Segundo o delegado Nicholas Hortêncio de Lima, Eduardo é o terceiro investigado pelo crime de latrocínio. O primeiro envolvido a ser preso foi Daniel Bruce Conceição, que estava escondido em uma área de mata no município de Igarapé-Miri.


Depois Natália de Sousa Miranda foi presa preventivamente, na última sexta-feira (1), após investigações apontarem como a responsável por ter auxiliado na morte do taxista.





A Polícia segue agora em busca de dois envolvidos: Eduardo Lobato [esq.] e Daniel Corrêa Junior [dir.] (Foto: Divulgação)


O CASO


Hugo Montano, de 66 anos, estava desaparecido desde o dia 22 de janeiro após aceitar uma corrida para levar três homens, posteriormente identificados como Daniel Corrêa Junior, Eduardo Lobato e Daniel Bruce Conceição. Ele foi abordado pelo trio em seu ponto de trabalho, na Praça da Matriz, localizada no distrito de Vila dos Cabanos, em Barcarena, nordeste paraense.


Após aceitar a corrida, ele desapareceu e não deu notícias até então.




Carro do taxista encontrado abandonado em uma área residencial de Abaetetuba (Foto: Divulgação/Polícia Civil)


LEIA TAMBÉM: 'Vivemos uma angústia', diz familiar de taxista desaparecido em Barcarena


Cinco dias depois, o corpo de Hugo foi encontrado com as mãos e os pés amarrados em um ramal na noite de 26 de janeiro, no município de Abaetetuba. Enquanto que o carro da vítima, um Fiat Siena de cor branca, foi encontrado abandonado em uma área residencial da mesma cidade por policiais civis e militares.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS