Notícias / Polícia

CRIME PASSIONAL

Presa, mulher alega que era agredida e encomendou a morte do ex-marido

Domingo, 05/08/2018, 10:29:39 - Atualizado em 05/08/2018, 11:32:29 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Presa, mulher alega que era agredida e encomendou a morte do ex-marido (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Aldomar Alex Cavalcante da Silva ("Tatu") e Maria do Socorro Cavalcante da Silva foram presos neste sábado (4) acusados de serem, respectivamente, executor e mandante do assassinato de Raimundo Salustiano. A dupla foi presa em Moju, nordeste paraense após inquérito policial instaurado para apurar o homicídio.

Raimundo, também conhecido como "Baiano", foi morto no último dia 21 de julho; o corpo foi encontrado três dias depois em uma zona rural, na divisa de Moju e Tailândia. O crime foi passional.

Segundo a Polícia Civil, a ex-companheira da vítima mandou Aldomar executar o crime. "Ela estava sendo ameaçada e agredida pela vítima", explica o delegado Gustavo Amoglia. Por esse motivo, a mulher resolveu contratar dois homens para matar Raimundo.

Além de Aldomar, participou do crime Aluízio da Costa Macial, que está foragido. As investigações continuam para localizar e prender o terceiro envolvido no crime.

(Com informações da Polícia Civil)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL