Notícias / Polícia

FUGAS

238 bandidos estão soltos nas ruas

Domingo, 05/08/2018, 08:04:36 - Atualizado em 05/08/2018, 08:04:36 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

238 bandidos estão soltos nas ruas (Foto: Reprodução)
O número divulgado pela Susipe se refere a homens condenados que escaparam nas 51 fugas de casas prisionais registradas no primeiro semestre (Foto: Reprodução)

Apenas de janeiro a julho desse ano, foram registradas 51 fugas no Pará. Os números revelados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) alertam para a fragilidade dos complexos penitenciários do Pará. Segundo a Susipe, dos 332 homens que escaparam, 238 ainda seguem foragidos. Traduzindo: são quase 250 criminosos “livres, leves e soltos” nas ruas de Belém, do Pará e do Brasil.

Dentre as situações mais emblemáticas desse ano, há uma tentativa que manchou o Pará de sangue. Em abril uma quadrilha invadiu a área do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), no Complexo de Santa Isabel, Região Metropolitana de Belém, mas tudo acabou em tagédia.

Agentes prisionais reagiram e no confronto 21 pessoas foram mortas, sendo 20 detentos e um agente prisional. O caso ganhou repercussão nacional.

(Foto: Divulgação/Susipe)

MAIS ESCÂNDALO

Em 2 de junho último, mais um escândalo: quarenta e seis presos fugiram do Centro de Recuperação Penitenciário I (CRPP I), do Complexo de Santa Izabel. A fuga ocorreu pela madrugada, quando os detentos cavaram um túnel e escaparam. Com isso, a rodovia BR-316 chegou a ficar interditada nos dois sentidos por horas.

“Dois presos foram recapturados. Os demais 44 detentos conseguiram fugir por um túnel que interligava uma cela do pavilhão 3, na ala B, até o muro de segurança que dava acesso à área de mata. Por medida de segurança, a visita foi suspensa na unidade prisional para realização de revista e recontagem dos presos”, informou a Susipe, por meio de nota.

Horas após a fuga em massa, a Susipe informou que o CRPP I custodiava 1.181 presos, sendo que sua capacidade era para apenas 685.

(Alice Martins Morais e Da Redação)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL