Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Com 4 agentes baleados em 24 horas, PM desconsidera atentado contra policiais do Pará

domingo, 22/07/2018, 20:13 - Atualizado em 22/07/2018, 21:02 - Autor:


Dois policiais mortos, um ferido e uma viatura alvo de tiros de criminosos. Esses foram resultados de ocorrências que envolveram policiais militares no Pará este final de semana. Mesmo assim, a Polícia Militar do estado desconsidera a afirmação de atentado contra policiais nos casos registrados.


“Na maioria das ocorrências existia em curso ações de policiamento preventivo e empregadas repressões necessárias. A excepcionalidade foi o caso do sargento Renato Alves, vítima de latrocínio ocorrido na noite de ontem (21), em Barcarena, mas que originou uma operação para a prisão dos envolvidos”, informou a PM, através de nota.


O sargento aproveitava a folga com amigos em frente da residência, na noite de sábado (21), quando foi alvo de criminosos. O cunhado dele também foi baleado, mas socorrido para o Hospital Municipal de Barcarena.


No bairro da Sacramenta, em Belém, durante a tentativa de assalto a um ônibus, o sargento Renaldo Leal interveio contra a ação de assaltantes, na tarde de sábado. Ele estava de folga e durante ação foi atingido por um tiro na perna. Ele ainda encontra-se hospitalizado.


“Da mesma forma a guarnição no 20 º BPM, em trabalho preventivo de rondas no bairro Guamá, disparou contra criminosos após a viatura ser atingida várias vezes no para-brisas”, disse a PM sobre o caso ocorrido no final da noite de sábado (21).


Para a PM, o caso ocorrido no conjunto Eduardo Angelim, em Icoaraci, não foi diferente. “A ação de motopatrulhamento estava sendo realizada e os criminosos não obedeceram a ordem de parar e os militares agiram”. Durante a ação, também na noite de ontem, o cabo Carlos Ítalo da Silva Dionísio morreu depois de ser baleado. Ele ainda foi levado para a UPA de Icoaraci, mas não resistiu. Uma outra cabo também foi atingida, mas o colete a protegeu.


A PM informou ainda sobre o caso de um militar da reserva, onde “ocorreu um possível revide de um vendedor de drogas por conta de batida policial, mas já sendo investigado”.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS