Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Justiça decreta prisão de acusado de assassinar filho do dono do Líder

terça-feira, 19/09/2017, 21:25 - Atualizado em 19/09/2017, 23:27 - Autor:


A justiça do Pará decretou hoje (19) a prisão preventiva de Jeferson Michel Miranda Sampaio, acusado pelo Ministério Público do Pará (MPPA) de homicídio qualificado, após vender droga em 2015 à João de Deus Pinto Rodrigues, filho do dono de uma rede de supermercados paraense.


caso vinha sendo considerado como uma "overdose acidental", mas a 3ª Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri instaurou um Procedimento Investigatório Criminal (PIC) e chegou à conclusão de que foi uma “overdose encomendada”, solicitando a prisão preventiva do acusado.


O CRIME  


João de Deus morreu após overdose na madrugada do dia 27 de fevereiro de 2015. Segundo as investigações do MPPA, a vítima veio a óbito após consumir a droga sintética GHB, conhecida no mundo das drogas como ‘gota’. A substância foi comprada e consumida dentro de uma boate da capital paraense.


No entendimento do MPPA, Jeferson Sampaio teria o conhecimento de que a quantidade vendida para João de Deus era letal, e mesmo assim prosseguiu com a venda.


“A convicção quanto a existência e autoria do crime de homicídio qualificado decorre de perícia técnica e dos elementos de prova testemunhal colhidos na fase de investigação preliminar”, diz o Ministério Público na denúncia.


Jeferson Sampaio já se apresentou à polícia espontaneamente nesta terça-feira, após ter conhecimento de que estava sendo procurado. O MPPA não divulgou a versão do acusado sobre o crime.


(DOL) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS