Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Polícia

Universitária é assaltada e morta na porta de casa

segunda-feira, 05/09/2016, 14:11 - Atualizado em 05/09/2016, 19:26 - Autor:



A universitária Ingrid Fabiana Pinheiro da Cruz, 21, foi assassinada na manhã desta segunda-feira (05), na porta de sua residência, na Avenida Franklin de Menezes, no bairro São João, em Outeiro, distrito de Belém. O crime aconteceu quando a jovem estava indo para a faculdade.


Ingrid cursava o 4º semestre de Psicologia em uma faculdade particular e saiu de casa falando no telefone celular, quando foi surpreendida por um assaltante de bicicleta, identificado posteriormente com "Saulo".


Após anunciar o assalto, a estudante reagiu e tentou tirar a arma da mão do assaltante, que disparo nas costas da vítima.


Ela tentou voltar para sua casa, mas tombou em frente ao portão. O assaltante não levou o celular da vítima.


As câmeras de segurança de um ponto comercial ao lado da residência da vítima registraram todo o crime.


O corpo de Ingrid foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) no final da tarde, e foi conduzido para a sua residência, onde ocorre o velório.


Já o sepultamento será realizado no cemitério Parque das Palmeiras, na rodovia BR-316, a partir das 15h desta terça-feira (06).


POLÍCIA MILITAR PROCURA POR SUSPEITO



(Foto: reprodução)


De acordo com a Polícia Militar (PM), populares da área apontaram Alberto Saulo Nascimento Barreirinha como o autor do crime. Uma testemunha, inclusive, já declarou em depoimento de que foi ele o responsável por atirar e matar Ingrid.


Ele é considerado um criminoso perigoso, e já foi preso várias vezes pela PM por roubo e tráfico de drogas, e é irmão de Eduardo Nascimento Barreirinhas, conhecido como "Edu Caranguejo".


Ambos têm passagem pela polícia e são conhecidos por praticar assaltos na área no período da manhã.


Revoltados com a violência em Outeiro, familiares, amigos e moradores do bairro pretendem realizar um protesto na manhã de terça-feira (06).


Desde a confirmação da ocorrência, guarnições do 10º Batalhão em Icoaraci vasculham possíveis esconderijos do suspeito na iminência de prendê-lo nas próximas horas.


Quem souber informações sobre Saulo pode entrar em contato pelos telefones 190 (CIOP) ou 181 (Disque-Denúncia).


(DOL com informações de Danilo Magela/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS