Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

Polícia

Operação prende 4 por morte de advogado em 2013

quinta-feira, 18/02/2016, 11:27 - Atualizado em 18/02/2016, 12:41 - Autor:


Quatro pessoas foram presas- três em Parauapebas e uma em Redenção, em uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, do Ministério Público do Pará. Uma advogada , dois Policiais Militares e um major da PM estariam envolvidos na morte do advogado Dárcio Cunha, assassinado por dois motoqueiros no dia 05 de novembro de 2013 quando estava na porta de sua residência, localizada no bairro Rio Verde, em Parauapebas.


A advogada Betânia Maria Amorim Viveiros é acusada de ser a mandante do crime. Segundo o Blog Zé Dudu de Parauapebas,  o advogado assassinado trabalhou no escritório de Betânia por um longo período, e, segundo informações obtidas pela Polícia Civil que investigou o caso, Betânia devia dinheiro a Dárcio Cunha.


Também foram presos os PM’s Silva e Sousa e Kacilio sob acusação de serem os autores do assassinato.


Em Redenção, foi preso o major PM Julio, por agenciamento do crime. 


O CASO


Dárcio Antônio Gonçalves Cunha foi morto na porta de casa, enquanto aguardava uma pizza que havia pedido, na noite do dia 5 de novembro de 2013, com um tiro na cabeça, que teria sido disparado por um homem em uma moto. 


reprodução


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS