Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
SAIBA COMO DENUNCIAR!

Suspeito de estuprar enteada é preso em Mosqueiro

Crime contra uma mulher pode ser denunciado discando 190 e entrando em contato com a polícia.

terça-feira, 27/04/2021, 13:41 - Atualizado em 27/04/2021, 13:59 - Autor: Com informações da Polícia Civil


A Polícia Civil do Pará, por meio da delegacia da ilha, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um padrasto, suspeito do crime de estupro quando a vítima tinha apenas 13 anos.
A Polícia Civil do Pará, por meio da delegacia da ilha, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva contra um padrasto, suspeito do crime de estupro quando a vítima tinha apenas 13 anos. | Polícia Civil/Divulgação

O estupro é uma das violências que mais atinge as mulheres no Brasil. Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2019, a estimativa é que um caso seja cometido a cada oito minutos no país.  

Bandidos invadem hospital em Marabá e matam paciente

Um homem foi preso pelo crime de estupro de vulnerável contra a enteada, no bairro Ipixuna, em Mosqueiro, distrito de Belém, na manhã desta terça-feira (27).

Em investigação, os policiais civis deflagraram a operação “Liberty”, com o apoio de conselheiros tutelares, para efetivar a prisão do transgressor, padrasto da vítima. A investigação aponta que a vítima, à época do crime, tinha apenas 13 anos. 

PF monta operação para prender traficantes de mulheres

Ao chegarem no local, ou acusado foi autuado e encaminhado pelos agentes para a delegacia do distrito, onde está à disposição da justiça.

Estupro: onde denunciar?

Estupro é considerado um crime hediondo ou seja, um ato de extrema gravidade. Ao agressor não é permitida fiança, anistia ou indulto.

Ainda segundo dados do Anuário de Segurança Pública, a maioria dos estupros no Brasil é cometido contra meninas de até 13 anos, por pais, padrastos, tios ou amigos da família, dentro da própria casa da vítima. 

A vítima pode denunciar no Disque 100, canal de denúncia da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, serviço de proteção a crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, que funciona diariamente de 8h às 22h. A ligação é gratuita!

Outra canal anônimo de denúncia é pelo Disque 180, Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência, estritamente reservado para casos de abuso e agressão contra mulheres. A denúncia pode ser feita 24h, por qualquer pessoa, de qualquer lugar do Brasil.

A vítima também pode procurar a delegacia mais próxima, para registrar um Boletim de Ocorrência. 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS