Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
ABUSO SEXUAL INFANTIL

Homens são presos por estuprar meninas no Marajó

Em um dos casos, a vítima tinha entre 5 e 6 anos quando sofreram o estupro.

sexta-feira, 23/04/2021, 18:37 - Atualizado em 23/04/2021, 18:37 - Autor: Com informações da Polícia Civil do Pará


Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Portel, no arquipélago do Marajó
Dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Portel, no arquipélago do Marajó | PCPA

O delito denominado de estupro de vulnerável está previsto no artigo 217-A do Código Penal, que prevê pena de reclusão, de oito a quinze anos para quem praticar conjunção carnal ou qualquer outro ato libidinoso com menor de 14 anos. Está sujeito à mesma pena quem pratica tais ações com alguém que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa não pode oferecer resistência (vítima embriagada ou dormindo, por exemplo, mesmo sendo maior de idade).


Mulher flagra marido estuprando a própria filha de 5 anos


Nesta semana, dois homens foram presos por estupro de vulnerável em Portel, no arquipélago do Marajó.

Luciano Gomes Santana está em prisão preventiva. A Polícia Civil apura, em inquérito, a informação de que Luciano abusava sexualmente de sua enteada, uma menina de 12 anos, e que os atos teriam iniciado quando a criança tinha entre 5 e 6 anos.

José Wagner de Souza Aquino foi preso preventivamente, em ação judicial que corre contra ele, acusado de estupro de vulnerável contra duas meninas, que hoje têm 16 e 14 anos.

Os mandados de prisão foram cumpridos na segunda-feira (19). As informações são da Superintendência Regional do Marajó Ocidental (Polícia Civil).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS