Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
COMBATE AO CRIME ORGANIZADO

Quase duas toneladas de drogas foram apreendidas na última semana no Pará

Apreensão de hoje (3) se soma às ações de desarticulação de organizações criminosas que atuam no território paraense e em outros estados

quarta-feira, 03/03/2021, 19:14 - Atualizado em 04/03/2021, 22:50 - Autor: DOL com informações de Wellington Júnior/RBATV


Imagem ilustrativa da notícia Quase duas toneladas de drogas foram apreendidas na última semana no Pará
| Wellington Júnior/RBATV

Chega a quase duas toneladas a quantidade de entorpecentes apreendida pela Denarc na última semana. A quantidade de drogas apreendida pela polícia apenas nos dois primeiros meses de 2021 já é superior ao total apreendido em todo o ano de 2020 e 2019. 

Somente em 2021 já foram apreendidas 2.414,33 Kg de cocaína e 2.100 Kg de maconha. Um recorde histórico. A termos de comparação, em 2020 foram apreendidos 2.331 Kg de cocaína e 919,29 Kg de maconha.

Só na quarta-feira (3), agentes da Polícia Civil do Pará apreenderam mais de meia tonelada de entorpecentes dentro de um hotel, próximo ao Terminal Rodoviário de Belém. Um homem foi preso no local. 

De acordo com informações da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc), os policiais apreenderam 495 tabletes de entorpecentes dentro do hotel após denúncia anônima. As autoridades acreditam que as drogas sejam a maconha conhecida como "skunk" e cocaína, mas a confirmação deve ser feita após o trabalho da perícia. 

No local, foi detido Eduardo Felipe da Silva, de 43 anos. Ele afirmou, em depoimento, que só estava guardando o entorpecente. 

Toda a droga apreendida será incinerada, o que deve render um prejuízo de aproximadamente 5 milhões de reais ao narcotráfico. 

No último dia 2,  policiais civis de Santarém, no oeste do Pará, apreenderam uma tonelada e 54 quilos de drogas - cocaína, maconha, oxi e skunk -, em uma residência localizada na Rua Canário, bairro Alvorada. No local, foi preso um homem que é suspeito de integrar uma facção criminosa atuante na região.

Além disso, no último dia 25 de fevereiro, meia tonelada de substância derivada da cocaína foi apresentada na Delegacia-Geral de Polícia Civil, em Belém. A droga foi apreendida durante a madrugada, em um ramal no município de Castanhal, na Região Metropolitana de Belém. 

Segundo o titular do Núcleo de Inteligência Policial, Temmer Khayat, cada quilo da substância apreendida em Castanhal está avaliado em R$ 26 mil, representando uma perda de aproximadamente R$ 13 milhões aos responsáveis pelo crime. 

“Além do prejuízo ao tráfico, ao retirarmos as drogas das ruas, também estamos combatendo e prevenindo indiretamente outros crimes contra o patrimônio, como furtos e roubos, e crimes contra a vida, como homicídios, que são correlatos ao tráfico de drogas”, informou Temmer Khayat na ocasião. 

QUATRO TONELADAS FORAM APREENDIDAS EM DOIS MESES

Este ano, em dois meses, cerca de quatro toneladas de entorpecentes foram apreendidas pelo serviço de Segurança Pública paraense, além da desarticulação de organizações criminosas que atuavam no território paraense e em outros estados.

No dia 20 de fevereiro, agentes da Polícia Militar apreenderam quase uma tonelada de entorpecentes semelhantes à cocaína em uma casa no município de Bujaru, nordeste paraense. Três pessoas que estavam no local indicado, em dois veículos, trocaram tiros com a polícia e depois empreenderam fuga por área de mata. Os carros foram abandonados. 

Ainda, nos dias 15 e 16 de fevereiro, foi realizada a operação “Guilhotina”, que teve como principal objetivo cumprir mandados de prisão de lideranças de uma facção criminosa que comandava crimes no estado do Ceará e desarticulação da rota do tráfico no Pará. Cinco pessoas foram presas e 600 kg de entorpecentes foram apreendidos. A droga estava armazenada em um quarto e dividida em 19 sacos, entre eles, pedra de oxi e cocaína, avaliados em R$ 9 milhões.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS