Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

REVOLTANTE

Abrigo acusa policial militar de atirar em cachorro em Belém; veja o vídeo!

Segundo o abrigo que socorreu o animal, a bala atravessou o úmero e exames irão detectar a quantidade de fraturas que o projétil provocou.

terça-feira, 02/02/2021, 12:27 - Atualizado em 02/02/2021, 12:25 - Autor: Diário Online


Bala provocou diversas fraturas, segundo o abrigo que socorreu e está cuidando do animal.
Bala provocou diversas fraturas, segundo o abrigo que socorreu e está cuidando do animal. | Reprodução

Um policial militar está sendo acusado de atirar em um cachorro, crime ocorrido na Vila da Barca, no bairro do Telégrafo, em Belém. O fato ocorreu na noite de ontem (1º). 

A denúncia foi feita pelo abrigo Au Family. Segundo a publicação postada na rede social Instagram, o policial militar estava fazendo ronda de moto na Vila da Barca, quando o animal latiu, em seguida, sendo alvejado.

"Até quando a PM vai continuar matando animais? Queremos saber se a Polícia Militar vai arcar com os custos de internação e cirurgia do animal?”, questiona a postagem.

ATENÇÃO: O VÍDEO CONTÉM IMAGENS FORTES

O promotor de Justiça, Armando Brasil, disse que por se tratar de militar em serviço, irá requisitar abertura de inquérito policial militar para investigar o caso.

Em nota, a  Polícia Militar informou que o comando do Batalhão Águia, responsável pelo motopatrulhamento na capital, está realizando diligências tentando contactar os responsáveis pelo animal a fim de verificar se, de fato, o acusado é um policial militar. Caso confirmado, será instaurado o devido Inquérito Policial Militar para apurar as circunstâncias e a autoria do disparo.

Ao DOL, a responsável pelo abrigo, Raquel Viana, lamentou o ocorrido. "Nos sentimos totalmente incapazes  de lutar contra o sistema. Tememos pelas nossas vidas, porque quando trazemos à tona o que esses policiais fazem, acabamos nos expondo e ficamos com receio de represálias".

Quanto ao animal, Raquel disse que "ele foi socorrido e levado para uma clínica veterinária, mas não pôde passar por cirurgia ontem devido ter perdido muito sangue".

PM mata cachorro na Pedreira

Em dezembro do ano passado, um policial militar também foi acusado como o responsável pelos disparos que matou um cachorro, no bairro da Pedreira, em Belém.

Segundo testemunhas, o PM chegou a perguntar para algumas pessoas no local se alguém era o dono (a) do animal. Ao responderem que não, sacou uma arma e deu dois disparos no cachorro que morreu na hora.

PM é identificado como matador de cachorro em Belém; governador diz que ele será afastado

Vídeo: PM que atirou em cachorro na Pedreira alega que ele e pai foram atacados pelo animal

O PM está respondendo por um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) e de imediato foi afastado das atividades na corporação.

A responsável pelo abrigo, Raquel Viana, também denuncia a impunidade no caso do PM que matou o "Lobo", como o animal era chamado. "Está impune, ele foi lotado na Corregedoria, órgão que deverá  julgá-lo. Ele estando lá dentro não haverá imparcialidade, ou seja, não dará  em nada", lamentou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS