Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

CENAS FORTES

Vídeo mostra mulher sendo agredida a pauladas por ter supostamente batido na mãe no Pará

O caso do "tribunal do crime" teria acontecido em Moju, nordeste paraense

terça-feira, 05/01/2021, 22:26 - Atualizado em 05/01/2021, 23:43 - Autor: DOL


Agressões que teriam acontecido no Pará foram compartilhadas nas redes sociais.
Agressões que teriam acontecido no Pará foram compartilhadas nas redes sociais. | Reprodução / Vídeo

Um caso tem chocado os moradores de Moju, nordeste paraense, desde as primeiras horas do dia desta terça-feira (5).

Dois homens, não identificados, agrediram uma mulher em uma área de mata no município e registraram a violência em vídeo.

O caso teria acontecido nos últimos dias, mas o vídeo com as cenas de agressão começou a ser compartilhado em massa nas redes sociais.

Informações preliminares apontam que a mulher teria sido punida por, supostamente, ter agredido a própria mãe. No vídeo, inclusive, a dupla indaga: “Diz aí pros irmãos por que tu tá sendo punida? [sic]”. Em seguida, a resposta: “porque eu bebi e bati na minha mãe”.

Os próximos segundos do registro, então, abrem espaço para uma sequência de violentas agressões realizadas pela dupla, que usa varas de pau para cometer o ato bárbaro. As cenas são fortíssimas e não recomendadas para pessoas sensíveis.

   

LEIA TAMBÉM:

Homem confessa como matou motociclista a facas para roubar moto

Família acusa traficante de esquartejar ex-namorada após ela publicar fotos de biquíni

Vídeo: encapuzados invadem e roubam lotérica em Igarapé-Miri

Duas fontes informaram a redação do DOL que o caso aconteceu em um bairro da área rural da cidade de Moju. Já uma terceira fonte afirmou que a polícia está ciente do caso e realiza diligências para identificar os agressores no vídeo.

O DOL procurou a Polícia Civil para mais informações sobre o caso, mas não conseguiu contato.

O DOL procurou também a Polícia Militar, que informou que realizaria um levantamento para saber se a ocorrência foi atendida pela corporação. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS