Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

SOURE

Trio é denunciado e preso por tráfico de drogas no Marajó 

Os três homens foram denunciados e ainda tentaram correr quando viram os policiais militares. Eles foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil do município

quarta-feira, 18/11/2020, 10:51 - Atualizado em 18/11/2020, 11:46 - Autor: J.R Avelar


Os acusados foram identificados como Marcelo Filipe Santos, Cleberson Kley Sardinha Tota e Manoel Felipe Santos. Na imagem, os objetos apreendidos pelos PMs
Os acusados foram identificados como Marcelo Filipe Santos, Cleberson Kley Sardinha Tota e Manoel Felipe Santos. Na imagem, os objetos apreendidos pelos PMs | Divulgação

Policiais militares do 8º Batalhão em Soure, na Ilha do Marajó, sob o comando do sargento Martins, faziam o policiamento preventiva na cidade quando, por volta das 11h35 da manhã de sexta-feira (13) souberam de que estaria acontecendo tráfico de drogas na ocupação Bom Futuro, no bairro Macaxeira. Três homens acabaram presos.

A denúncia indicava que na 6ª Rua, entre as travessas 31 e 32, em uma residência, estariam três homens fazendo a venda de entorpecentes, em plena luz do dia, e colocando em risco a vida dos moradores.

Chegando no local, os PMs viram quando os suspeitos tentavam fugir. Eles foram alcançados, detidos e identificados como Marcelo Filipe Santos, Cleberson Kley Sardinha Tota e Manoel Felipe Santos.

Na revista pessoal, os policiais encontraram com o Marcelo três porções de maconha. Cleberson, por sua vez, tinha uma porção da mesma substância. A outra parte da droga foi encontrada jogada no quintal.

O trio tinha R$820 em dinheiro, dois celulares e um rolo de papel filme utilizado para embalagem do entorpecente. Com a materialidade do crime, a equipe do sargento PM Martins fez a apresentação do trio na Delegacia de Polícia Civil de Soure, no plantão do delegado Ricardo Picanço, que conduziu o procedimento de flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS