Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

INVASÃO

Homem que invadiu balneário e ameaçou família é morto por PMs 

Essa foi a versão apresentada pelos policiais militares que participaram da operação, ocorrida na noite de anteontem. O homem baleado ainda foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos e morreu

quinta-feira, 12/11/2020, 11:14 - Atualizado em 12/11/2020, 11:13 - Autor: Tiago Silva


Anderson Cardoso e a arma apreendida pelos policiais. Ele teria ameaçado pessoas de sua própria família antes de apontar a arma para os PMs
Anderson Cardoso e a arma apreendida pelos policiais. Ele teria ameaçado pessoas de sua própria família antes de apontar a arma para os PMs | Divulgação

Um homem acusado de ameaçar de morte membros da própria família foi morto após sacar e apontar uma arma de fogo em direção a policiais militares no município de Vigia, região do nordeste paraense. O caso ocorreu na noite de terça-feira (10), por volta das 21h.

Policiais militares de serviço na viatura 5106 realizavam ronda pela Vila Santa Rosa quando foram informados que, na invasão do Balneário, havia um homem ameaçando de morte seu próprio filho e seus pais. As vítimas, inclusive, tiveram que se esconder na casa do irmão do acusado, localizada às proximidades.

Rapidamente, a equipe policial se dirigiu até o local informado e, no momento do cerco, o acusado, ao perceber a presença dos agentes de segurança pública, sacou uma arma de fogo e a apontou em direção aos PMs, que reagiram e balearam Anderson Cardoso duas vezes.

Anderson foi socorrido, mas morreu após dar entrada no Hospital Municipal de Vigia. Uma arma de fogo de fabricação artesanal calibre 38, com uma munição intacta, foi apreendida e apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Vigia, onde o caso foi registrado.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS