Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

ABAETETUBA

Suspeito de matar homem ataca PM e acaba morto

A vítima era suspeita de matar um homem e teria tentado esfaquear um policial militar, que reagiu, segundo o PM.

quarta-feira, 07/10/2020, 09:41 - Atualizado em 07/10/2020, 09:41 - Autor: J.R Avelar


A vítima, identificada como Juniel Oliveira Abreu, teve o corpo removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Abaetetuba
A vítima, identificada como Juniel Oliveira Abreu, teve o corpo removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Abaetetuba | Divulgação

A vítima, identificada como Juniel Oliveira Abreu, teve o corpo removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Abaetetuba FOTO: DIVULGAÇÂO

Um homem identificado como Juniel Oliveira Abreu, suspeito de matar, na noite de sábado (03), a golpes de facão, Robson Vilhena da Silva, acabou morto ao tentar atacar um policial militar na localidade de vila Água Preta, em Tailândia, na região nordeste do Pará.

As informações constam em um relatório enviado ao comandante da 6ª Companhia Integrada da Polícia Militar e registrado na delegacia de Polícia Civil de Tailândia.

Segundo o que foi registrado, Juniel fugiu para a localidade de Água Preta e estava sendo procurado pela polícia, por conta do crime de cinco dias atrás.

Informações dão conta que, em fuga, o suspeito foi para a vila Água Preta e lá, por volta das 22h de sábado (03) uma guarnição do 56º Pelotão Policial Destacado, da vila de Palmares, foi acionado por um militar, relatando que havia baleado um homem que tinha invadido a sua propriedade, localizada na vila Água Preta.

Chegando no local, os PMs perceberam que se tratava de Juniel Oliveira Abreu. O policial militar relatou que estava em casa quando ouviu os cachorros latindo ao redor da residência. Ao sair do imóvel para verificar do que se tratava, deparou com um homem portando um facão em punho. E ele teria atacado o militar.

Em legítima defesa, ele atirou na direção do invasor da propriedade. Foram acionadas as autoridades da cidade do Moju e, já na madrugada de domingo (04) uma equipe de remoção do Instituto Médico Legal (IML) de Abaetetuba chegou até o distrito do Palmares para remover o corpo.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS