Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

MARITUBA

Tiroteio termina com um morto e uma mulher presa

quarta-feira, 01/07/2020, 09:32 - Atualizado em 01/07/2020, 09:50 - Autor: J.R Avelar


A vítima teria atirado duas vezes contra policiais militares, segundo o que eles próprios contaram. Houve revide e Leandro Ferreira foi morto.
A vítima teria atirado duas vezes contra policiais militares, segundo o que eles próprios contaram. Houve revide e Leandro Ferreira foi morto. | Divulgação

Um homem morto após intervenção policial, apreensão de drogas e arma de fogo, além da detenção de um suspeito e apreensão de dois adolescentes foi o resultado de uma operação coordenada por policiais militares de Marituba, ontem.

Tudo começou após os PMs serem avisados de que, no bairro Novo Horizonte, um homem estaria armado e vendendo drogas em via pública, entre a quadra 13, do residencial Viver Melhor Marituba e a rua das Pedrinhas, na invasão “Vai Quem Quer”.

As viaturas do 21º Batalhão de Polícia Militar foram checar a situação, mas, ao lá chegarem, os militares garantem que teriam sido recebidos a tiros, por um homem que depois veio a ser identificado como Leandro Ferreira. Ele correu para uma casa onde estavam dois adolescentes e a mulher, identificada posteriormente como Jamile da Cunha Carvalho.

Jamile Carvalho foi presa
Jamile Carvalho foi presa Divulgação
 

Os PMs dizem que os objetos ilícitos estavam dentro da casa.
Os PMs dizem que os objetos ilícitos estavam dentro da casa. Divulgação
 

Os militares foram atrás do suspeito e novamente ele teria atirado nos PMs. Houve revide e ele foi baleado. Leandro foi socorrido para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Almir Gabriel, em Marituba, onde acabou morrendo.

Na casa para onde ele correu, os policiais apreenderam 160 porções de maconha, um tijolo de aproximadamente 150 gramas de maconha, 69 papelotes de pedra de óxi, três trouxas médias de maconha, um aparelho celular, um pacote de barrilha e duas garrafas de solução de bateria, além de uma pistola Ponto 40 com numeração raspada e dois carregadores, com seis munições.

Ainda segundo o que relataram os policiais, ali funcionaria um “laboratório” para refino da droga e que as pessoas que estavam no local faziam esse trabalho. Todo o material foi encaminhado à Seccional Urbana de Marituba.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS