Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

TRAGÉDIA FAMILIAR

Homem tenta proteger irmã de marido e é morto no Pará

segunda-feira, 24/02/2020, 15:24 - Atualizado em 24/02/2020, 15:26 - Autor: Com informações do portal Papo Carajás


| Reprodução Papo Carajás

Um crime brutal marcou a noite do domingo (23) de carnaval na cidade de Parauapebas, sudeste paraense: um homem identificado como Rafael Alves Dias, de 36 anos, foi morto a tiros de espingarda pelo próprio cunhado, Josivane Dias Lopes, 29 anos. Uma das versões para o crime é de que Rafael tentou proteger a irmã e por isso foi morto. 

De acordo com informações do portal Papo Carajás, Rafael Alves era irmão de Anaele Alves da Silva. A mulher é casada com Josivane e, certa vez, foi agredida com um tapa no rosto pelo companheiro. 

Segundo relato de Anaele, o irmão dela ficou sabendo da agressão e foi tirar satisfação com Josivane. Os dois discutiram em um bar, mas o crime foi cometido na residência de Anaele e Josivane.  

“O meu marido me deu um tapa na cara faz tempo, daí meu irmão ficou sabendo e eles começaram a discutir sobre isso. Percebi a discussão deles quando a gente ainda estava no bar e perguntei, mas eles afirmaram que não era nada. O meu marido saiu do bar e disse que eu esperasse ele por lá, porém meu irmão pediu para irmos embora pra casa. Perto de casa, eu vi o Josivane e ele disse que eu era muito covarde. Foi quando eu subi na garupa da moto e perto de casa ele ordenou que eu descesse, se não iria me matar”, relatou Anaele ao portal Papo Carajás.

Segundo a mulher, após a ameaça, ela desceu a moto e correu para a residência do casal, onde o irmão dela arrumava a bolsa. 

“Perguntei a ele o que era aquilo e ele disse que ia embora. Depois de muita insistência da minha parte, ele respondeu que o Josivane o havia ameaçado de morte também. Depois, o meu marido apareceu com uma espingarda e disparou um tiro, que pegou no meu irmão. Acho que meu irmão tentou me proteger, desconfio que o tiro era pra mim”, lamentou a mulher.

Ao assassinar o irmão da esposa, Josivane fugiu. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS