Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

ACERTO DE CONTAS?

Imagens fortes! Flanelinha é executado dentro de hospital particular; veja o vídeo!

sexta-feira, 27/09/2019, 09:50 - Atualizado em 27/09/2019, 09:50 - Autor: Com informações do D24AM e portal A Crítica


Nickson Santos de Queiroz, 25 anos, foi preso suspeito de ter participado do homicídio do flanelinha Toni
Nickson Santos de Queiroz, 25 anos, foi preso suspeito de ter participado do homicídio do flanelinha Toni | Jair Araújo/A Crítica

O flanelinha Toni Francenilton Ferreira dos Santos, 32 anos, foi executado na noite da última quarta-feira (25) dentro do Hospital Santa Júlia, localizado na Avenida Ayrão, zona centro-sul de Manaus . Conforme as primeiras informações, mais de 20 disparos de arma de fogo foram ouvidos no local. Imagens de câmeras de segurança gravaram toda ação e o pânico de pacientes, acompanhantes e funcionários.

Em coletiva na sede da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), no bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, o delegado Raphael Campos, adjunto da DEHS, contou que após o crime, as equipes da polícia iniciaram a investigação. Foram ao local ouvir as testemunhas e solicitaram as imagens das câmeras de segurança.

Segundo informações das testemunhas, às 20h, 4 homens, em um carro modelo Gol, de cor Branca, chegaram ao local. Quando avistaram a vítima, 3 homens armados desceram do carro e realizaram vários disparos. "Peteleco", para fugir dos infratores, entrou no Hospital Santa Júlia. Dois homens o perseguiram e, ao cair no chão, o executaram. Ele ainda foi socorrido pelo hospital, mas não resistiu e faleceu. A ação dentro da unidade de saúde foi registrada pelas câmeras de segurança. Assista:

De acordo com o delegado, a vítima já tinha cometido diversos delitos pelo Centro da cidade e respondia por furto. Os familiares contaram à polícia que "Peteleco" era usuário de drogas e a polícia suspeita que o crime foi um "acerto de contas".

Vinte minutos após o crime, Nickson, ferido com o tiro de raspão na cabeça, foi até o Hospital 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul, procurar atendimento. Ele contou que foi assaltado e tinha levado um tiro na cabeça. Mas não soube sobre como e onde foi o fato.

Os policiais militares da 24ª Companhia Iterativa Comunitária (Cicom), foram chamados para verificar a situação. Após receber alta, foi levado ao 1° Distrito Integrado de Polícia (DIP). Na delegacia, uma das testemunhas reconheceu Rickson com um dos autores do crime. O carro usado no crime foi encontrado próximo à casa do suspeito. Então ele foi preso em flagrante e apresentado na manhã desta quinta-feira (26), na DEHS.

O delegado contou que o ferimento na cabeça, possivelmente tenha sido de um tiro disparado por um comparsa que por acidente, acertou Rickson. A polícia continua investigando o caso para chegar aos outros suspeitos pelo crime.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS