Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Polícia

VIOLÊNCIA

PM é baleado e mulher morre dentro de táxi durante arrastões e tiroteio

sexta-feira, 16/08/2019, 08:04 - Atualizado em 16/08/2019, 12:15 - Autor: Luiz Guilherme Ramos


a vítima, ainda não identificada, teria participado de assaltos e acabou morrendo dentro de táxi.
a vítima, ainda não identificada, teria participado de assaltos e acabou morrendo dentro de táxi. | Antônio Melo/Diário do Pará

Uma quadrilha que praticava assaltos pelas ruas de Belém teve a ação criminosa desarticulada por um policial militar, no momento em que se preparavam para fazer mais um arrastão, no conjunto Promorar.

Após troca de tiros, uma suposta integrante foi baleada e morreu dentro do taxi, que teria sido tomado de assalto, enquanto o PM foi alvejado na perna e levado para o hospital, mas não corre risco de morte.

A noite de crimes teria iniciado por volta das 21h30. Duas mulheres e um homem acionaram um taxi em frente ao Hospital das Clínicas e tomaram o motorista de refém, obrigando-o a percorrer a cidade.

Em uma das paradas, no Conjunto Marex, outros dois comparsas entraram no carro e eles se dirigiram até o aeroporto, onde promoveram um arrastão.

“Neste espaço de tempo, várias pessoas tiveram seus celulares roubados e eles continuaram a ação atrás de novas vítimas”, informou o delegado Marcos Pinto, da Seccional da Pedreira.

Já no conjunto Promorar, o bando se deparou com outro grupo de pessoas em frente a uma casa e resolveu agir, mas entre as vítimas estava o policial militar identificado como cabo J. Silva.

“Ele percebeu a ação e se iniciou uma troca de tiros, sendo o militar atingido na perna e uma mulher, do grupo armado, também alvejada”, detalha.

O bando seguiu mais alguns metros e abandonou o carro, deixando para trás a mulher e o motorista. Este, por sua vez, foi direto para a delegacia da Pedreira, onde a mulher chegou morta.

O motorista foi ouvido pela polícia. Além da mulher baleada, o condutor, que não teve o nome revelado, também trazia uma bolsa com dois aparelhos celulares, que estão em poder da Polícia Civil, na seccional da Pedreira.

A vítima fatal não teve o nome divulgado até a chegada da Perícia Criminal.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS