Notícias / Pará

DESCASO

Obras em passarelas de Belém estão atrasadas

Terça-Feira, 26/02/2019, 07:57:12 - Atualizado em 26/02/2019, 08:05:43 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Obras em passarelas de Belém estão atrasadas (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)
Passarela que fica em frente a PF está com acesso bloqueado (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

Todos os dias a dona de casa Jaqueline Correa, 30 anos, enfrenta dificuldades para atravessar a avenida Almirante Barroso, no trecho próximo da Polícia Federal (PF), em Belém. “Tenho que levar as crianças para a escola exatamente naquele horário de ‘pico’. Conto com a boa vontade dos motoristas pararem e tenho que correr”, comenta.

O sufoco que ela, e quem precisa atravessar a avenida, passa é porque a passarela naquele trecho está com os acessos bloqueados por causa das obras de revitalização, que deveriam ser concluídas amanhã (27), mas muita coisa ainda precisa ser feita.


(Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

Prestes a encerrar o 1º prazo para a conclusão das obras de três passarelas na avenida Almirante Barroso, que custaram ao cofre municipal R$ 258 mil, somente a passarela localizada em frente ao Instituto Federal do Pará (IFPA) segue sendo recuperada, com serviços de pintura. Nas demais, como a que fica em frente a uma universidade particular, aparentemente nada foi feito desde o início, marcado na placa como sendo o dia 27 de novembro de 2018.

“É um absurdo. A gente se expõe ao perigo porque espera que melhorias venham, mas na verdade é só enrolação. A gente espera um bom tempo para que isso aconteça e a verdade é que não vai ser entregue agora. Muita coisa precisa ser feita”, diz Cláudio Tavares, 45 anos, autônomo.

Trabalho de revitalização deveria ser entregue pela Prefeitura de Belém amanhã, mas prazo foi prorrogado. Usuários reclamam de demora (Foto: Fernando Araújo/Diário do Pará)

A passarela localizada em frente ao IFPA recebe pintura interna e externa. Dois trabalhadores foram encontrados no local, na tarde de ontem, pela reportagem. Já na que fica na frente da universidade, a situação continua a mesma: parte da cobertura está quebrada e os degraus estão deteriorados, além da estrutura estar sem manutenção. E o fluxo de pedestres na passarela daquele trecho é intenso, por conta também dos conjuntos residenciais e clube esportivo. “Isso aqui é muito perigoso porque a iluminação é precária”, completa a dona de casa Cláudia Vânia, 45.

RESPOSTA

Por meio de nota, a Prefeitura de Belém afirma que o prazo para conclusão da reforma das passarelas será prorrogado por mais 90 dias em função de outros reparos identificados durante a execução dos serviços.

O texto ressalta que os trabalhos na passarela em frente à Polícia Federal estão sendo executados no período da noite, quando há redução do trânsito na área e segurança para o trabalho com solda. Já na passarela na frente da universidade, os serviços iniciam nesta semana.

(Michelle Daniel/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL