Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Escola Judicial do Pará terá nome do juiz Elder Lisboa

terça-feira, 12/02/2019, 07:59 - Atualizado em 12/02/2019, 07:59 - Autor:


Os desembargadores do Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) decidiram, em sessão do Pleno, que a Escola Judicial do Poder Judiciário do Pará (EJPA), antiga Escola Superior da Magistratura do Pará (ESM-PA), receberá o nome de Escola Judicial Juiz Elder Lisboa Ferreira da Costa, em homenagem ao juiz Elder Lisboa, falecido em 20 de julho de 2018. O magistrado era reconhecido internacionalmente pela sua extensa carreira acadêmica e luta em prol dos direitos humanos.


Durante a sessão, o diretor-geral da EJPA, desembargador Constantino Augusto Guerreiro, ressaltou que encaminhou através de ofício a proposta para o nome da Escola. “Todos conheceram o Dr. Elder e sabem da capacidade e merecimento dele”, afirmou.


Elder Lisboa era juiz titular da 1ª Vara da Fazenda de Belém. Ele se formou em direito em 1988, na Universidade Federal do Pará (UFPA), e ingressou no Judiciário em setembro de 1993. Era membro do Centro de Estudos da Mulher, com Sede em Salamanca (Espanha), na qualidade de Investigador. Nessa universidade, cursou seu pós-doutorado, enquanto que pela Universidade de Lisboa (Portugal), fez PHD em Ciências Jurídico Internacionais e Europeias. Era professor em ambas universidades.


Em Belém, o juiz era professor adjunto da Universidade Estácio (FAP), da Esamaz, da Escola Judiciária do TJPA e da Escola Judiciária Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do
Estado do Pará (TRE-PA).


Elder Lisboa também foi promotor de Justiça do Ministério Público do Estado do Pará (1991 a 1993), e autor de 15 livros, o último lançado em junho do ano passado, intitulado Escravidão no trabalho: Os pilares da OIT e o discurso Internacional. No último dia 17 de maio de 2018, havia se tornado membro da Academia Paraense de Letras, onde ocupou a cadeira número 12, que pertenceu a escritora Helena Tocantins e cujo patrono é o bispo D. Macedo Costa.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS