Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


31°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Menor era mantida em cárcere privado em Breves

sábado, 09/02/2019, 21:51 - Atualizado em 09/02/2019, 22:39 - Autor:


Uma menina de 14 anos foi resgatada do cárcere privado onde era mantida, em Breves, no Marajó. O resgate é resultado da operação Estreito Livre III.


A garota foi sequestrada no município marajoara, onde teria ido para participar de uma comemoração familiar. O assaltante conhecido como “Zezinho” a capturou e manteve presa em sua residência. 


O resgate da menor ocorreu no rio Baiano, na zona rural de Breves, quando o suspeito fugiu ao avistar a lancha do Grupamento, deixando a jovem na casa. Foi aprrendida no local uma arma calibre .20, utilizada em assaltos na região 


A menor foi levada ao município de Breves, onde prestou depoimento e foi entregue ao Conselho Tutelar para aguardar a chegada de seus responsáveis.


Zezinho é comparsa de um segundo criminoso, conhecido como “Dé”. Os dois continuam foragidos. Eles são acusados de cometerem diversos roubos na região e integram a quadrilha conhecida como parentes do “Espalha Brasa”. 


Leia Mais:



OCORRÊNCIAS 


O major Bruno Pereira, coordenador de operações do GFlu, reforça que ações de policiamento são realizadas constantemente em Breves, devido ao número de ocorrências registradas na região.


“A região conhecida como estreito de Breves é uma área de intenso tráfego fluvial de transporte de cargas e passageiros, e tem sido uma das principais zonas de atuação dos piratas modernos, conhecidos como ‘ratos d'água’. Através de levantamentos da Superintendência de Polícia Civil de Breves foram identificados mais de 10 piratas, além de receptadores dos produtos roubados. Até o momento, a operação já prendeu um indivíduo; outro acusado entrou em confronto com a polícia e morreu; uma arma foi recuperada; e a adolescente libertada”, detalhou.


Participaram da ação o Grupamento Fluvial, Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (Deaca) e Superintendência da 8ª Região Integrada de Segurança Pública e Polícia Militar do Comando de Policiamento Regional XII.


(Com informações da Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS