Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Janeiro é dedicado ao cuidado da saúde mental

sexta-feira, 18/01/2019, 08:22 - Atualizado em 18/01/2019, 08:23 - Autor:


O mês de janeiro, além de ser dedicado ao combate e prevenção da hanseníase, também é quando é realizada a campanha “Janeiro Branco”, que tem como objetivo deixar a temática da saúde mental em evidencia, para informar e promover a cultura de se cuidar da saúde mental e emocional das pessoas. A campanha nasceu em Uberlândia (MG), em 2014, e se espalhou por todo o Brasil e, em seguida, para países como Angola, Japão, Colômbia, Estados Unidos, Portugal e Holanda. A psicóloga e coordenadora da campanha em Belém, Flávia Vieira, explica que o mês de janeiro não foi escolhido aleatoriamente. “Janeiro foi escolhido porque, em termos culturais e simbólicos, as pessoas tendem a refletir sobre suas vidas, relações, condições existências e também estabelecem metas e planos”.


A cor escolhida para a campanha também tem todo um significado. “O branco é a soma de todas as cores. Partindo desse preceito, é como se fosse uma folha de papel, onde a pessoa pode trabalhar a criatividade e se inspirar a escrever ou reescrever sua história de vida”, afirma à psicóloga. Além disso, a campanha tem como foco prevenir quadros como depressão, ansiedade e a síndrome do pânico, que acabam interferindo drasticamente na rotina de várias pessoas no mundo todo. 


Ser mais presente, viver a vida com respeito, produzir mais diálogos, afetos, cuidar da saúde, buscar o autoconhecimento, combater a violência e o preconceito são orientações essenciais que promovem uma boa saúde mental, diz a coordenadora, Flavia Vieira.


PROGRAMAÇÃO


Em Belém, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), estará promovendo, no próximo domingo (20) uma programação alusiva à campanha “Janeiro Branco”. As atividades acontecerão na Praça da República, das 8h às 12h. A ação contará com várias atividades, como relaxamento e alongamento, caminhada, dança, yoga, oficinas artísticas para as crianças, rodas de conversas, apresentação de teatro, atrações musicais e arteterapia. 


As atividades serão realizadas em parceria com representantes e voluntários de universidades, associações e espaços terapêuticos. A psicóloga ressalta que a programação do “Janeiro Branco” não termina com o fim do mês. Ela se estende durante o ano todo com atividades em espaços públicos e palestras ministradas pelos profissionais da saúde em Centros de Atenção Psicossocial (Caps) e nas unidades básicas de saúde da capital.


(Wesley Costa/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS