Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

São Brás: um bairro marcado pelo medo, assalto e execuções

quarta-feira, 26/12/2018, 07:51 - Atualizado em 26/12/2018, 07:51 - Autor:


Um dos bairros mais populosos e com movimento intenso de Belém, o bairro de São Brás, é palco de casos de violência. Na noite da última sexta-feira (7), um homem foi assassinado na avenida Cipriano Santos, uma das principais vias do bairro. Mesmo diante de várias testemunhas, os criminosos não se intimidaram na hora de cometer o crime.


O fato assustou os moradores e os deixou ainda mais recuados. Prova da sensação de insegurança é o medo constante de a população comentar sobre o que já presenciaram, seja qual for a hora do dia. “Estamos sujeitos de sermos assaltados a qualquer momento. Os bandidos estão só esperando um vacilo nosso”, disse Nazaré Lima, de 56 anos, moradora.


A vítima fatal na sexta-feira, não era paraense, mas maranhense, e estava hospedado em um dos hotéis localizados próximo ao Terminal Rodoviário. O homem identificado como Antônio Ferreira, de 55 anos, estava do lado de fora do estabelecimento quando um motoqueiro passou e atirou em direção da vítima. Nada teria sido roubado. O crime ainda é um mistério para a Polícia Civil.




As pessoas caminham com medo em São Brás. O perigo ronda também o entorno do Terminal Rodoviário (Foto: Wagner Santana/Diário do Pará)


“A gente que mora aqui sabe que é perigoso. Não se pode sair sozinho nem chegar muito tarde em casa. Eles [bandidos] roubam mesmo. E não é só assalto, tem também essas mortes que nos deixam trancados enquanto eles [criminosos] ficam soltos”, desabafou outro morador, que preferiu não ser identificado.


Além do Terminal Rodoviário, o bairro de São Brás é repleto de residências, estabelecimentos comerciais e empresas. O perigo ronda também as paradas de ônibus. “Não é só aqui em São Brás que está perigoso. Toda Belém está nessa situação. Por onde a gente anda tem violência. Tem de andar rezando por aí para não acontecer nada”, acrescentou um morador do bairro de Canudos, vizinho a São Brás, que também não quis ser identificado.


(Michelle Daniel/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS