Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


26°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Presidiário é resgatado do Hospital Municipal de Marabá

sexta-feira, 07/12/2018, 20:24 - Atualizado em 07/12/2018, 20:24 - Autor:


O presidiário Juscelino Conceição de Souza, conhecido como Neguinho do Porco, foi resgatado na manhã desta sexta-feira (7), quando chegava para receber atendimento médico no Hospital Municipal de Marabá, no sul do Pará.


Uma viatura da Susipe (Superintendência do Sistema Penitenciário) parou no estacionamento da casa de saúde com os presos algemados. Neste momento, o agente penitenciário e uma técnica de enfermagem que acompanhavam o preso foram rendidos por dois homens armados em uma moto que resgataram o detento e fugiram.


Considerado perigoso pela polícia, Neguinho do Porco estava custodiado no Centro de Recuperação Regional Agrícola Mariano Antunes. Ele inclusive já havia fugido no dia 4 de março deste ano, da casa penal, com mais 13 detentos, após cavarem um túnel que deu acesso ao solário.


Juscelino foi recapturado no dia 31 de agosto deste ano em Parauapebas, quando foi reconhecido por um policial, reagiu à prisão e foi baleado em uma das mãos.


MOTO


Na tarde desta sexta-feira, policiais militares da cidade de São João do Araguaia, a 56 quilômetros de Marabá, apreenderam um menor que teria resgatado Neguinho do Porco. Em poder dele, os policiais apreenderam uma motocicleta, usada para dá fuga ao comparsa, com a placa de Parauapebas e um revólver com três munições.


SUSIPE


Em nota a assessoria da Susipe informou que a Corregedoria Geral Penitenciária da Susipe abrirá uma sindicância administrativa para apurar as circunstâncias da fuga. A nota afirma ainda que os dois servidores passam bem e foram encaminhados à delegacia para registrar o boletim de ocorrência. Um inquérito policial foi aberto para investigar o caso.


Juscelino Conceição de Souza responde a processos por assalto a mão armada, consumo e transporte de entorpecentes. Quem tiver qualquer informação sobre o fugitivo pode fazer uma denúncia anônima pelo 181. O sigilo é garantido. 


(Alessandra Gonçalves/Diário do Pará em Marabá)


 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS