Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Homem vai à Basílica vestido de noiva pagar promessa por primo assassinado

sexta-feira, 12/10/2018, 21:02 - Atualizado em 13/10/2018, 21:20 - Autor:



Na manhã dessa sexta-feira (12), o professor e ator Ysmaille Ferreira saiu descalço da Igreja da Sé, passou pelo Ver-o-Peso e chegou caminhando até Basílica de Nazaré. O ato foi uma homenagem a um primo morto há dois anos, nesse período do Círio de Nazaré, e aos 7 meses da sobrinha dele. Rapidamente, as fotos e vídeos do ato viralizaram nas redes sociais paraenses.


Ysmaille mora em Castanhal, tem 36 anos e estuda doutorado em Artes da Cena na Unicamp, em São Paulo. A perfomance que ele realizou hoje em Belém, chamada “A Noiva”, já foi realizada em países como Uruguai e Colômbia.


“‘A Noiva’ atravessa e faz um traslado. É uma homenagem a duas pessoas. Meu primo, que foi vítima de latrocínio, em 2016, justamente nesse período do Círio, nós tínhamos uma ligação muito forte. E a minha sobrinha, que completa, amanhã, 7 meses de vida”, conta Ysmaille.


O ator conta que, ao chegar à Basílica, entrou e foi depositar uma promessa. Ele conta que deixou os objetos e se ajoelhou para rezar. “Nesse momento, chorei muito lembrando do sepultamento do meu primo. Fiquei muito abalado, depois disso saí e muitas pessoas pediram para tirar foto comigo. Perguntavam por que eu estava fazendo isso”, relata o paraense.


“Quando eu explicava o motivo, as pessoas me abraçavam. Mesmo integradas da Guarda da Santa conversaram comigo. Foi um momento bem forte”, continua o ator.


AMEAÇAS


No entanto, o vídeo e as fotos da homenagem de Ysmaille começaram a ser compartilhadas nas redes sociais e diziam que ele havia interrompido a missa e desrespeito as pessoas que estavam no local.


“Começaram a dizer que eu tinha causado tumulto, que tinha sido expulso da igreja. Em nenhum momento isso aconteceu. Cheguei à Basílica e fui depositar minha promessa que tinha em mãos. Agora estou recebendo ameaças. Estou trancado na casa de amigos, com medo de sair na rua”, desabafa Ysmaille.


Em um vídeo divulgado nas redes sociais, ele também esclarece os motivos da homenagem.



(DOL)



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS