Notícias / Pará

JULGAMENTO

PMs são absolvidos de chacina de jovens suspeitos de latrocínio em Belém

Segunda-Feira, 06/08/2018, 18:41:13 - Atualizado em 06/08/2018, 19:03:02 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Um policial militar e três ex-PMs foram absolvidos, por maioria dos votos, da chacina que vitimou três jovens suspeitos de latrocínio em 1994. O julgamento, que aconteceu no Fórum Criminal de Belém, terminou no início da noite desta segunda-feira (06). A sentença foi proferida pelo juiz Cláudio Rendeiro.

Outros 13 militares respondem por envolvimento na chacina. Segundo o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA), os policiais estavam sob o comando do então tenente Neil Duarte de Sousa, atual deputado estadual, que será submetido a júri no dia 16 de agosto.

Além do policial militar na ativa Silvio Carlos Saldanha, estavam no banco dos réus Miguel Antônio Quaresma Lemos, Adalberto Costa Monteiro e João Rodrigues Monteiros, ambos policiais da reserva. Os militares eram acusados de executar três jovens que teriam sido presos na rodovia do Tapanã, segundo o Ministério Público, e colocados nas viatura e executados.

As vítimas são: Max Cley Mendes, Marciley Rosenal Melo Mendes e Luiz Fábio Coutinho da Silva.

Os jovens teriam roubado a arma e assassinado o cabo da PM Waldemar Paz Nunes. O crime foi em 1994.

(DOL)





Comentários

Destaques no DOL