Notícias / Pará

ELEIÇÕES 2018

Presidenciáveis defendem o SUS durante evento em Belém

Sexta-Feira, 27/07/2018, 08:15:24 - Atualizado em 27/07/2018, 08:19:23 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Presidenciáveis defendem o SUS durante evento em Belém (Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará)
(Foto: Ricardo Amanajás/Diário do Pará)

Ambos candidatos à presidência da República, Guilherme Boulos, do Psol, e Manuela D’Ávila, pelo PC do B, participaram do 34º Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, iniciado ontem (26) e que termina hoje (27) em Belém, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. Manuela será anunciada oficialmente como a candidata dos comunistas no próximo dia 1o de agosto. 

Os dois fizeram falas em defesa, principalmente, do Sistema Único de Saúde (SUS) e da revogação da PEC 95, que congela os investimentos em Saúde e Educação por 20 anos. Cada candidato teve um espaço de 15 minutos de fala durante as mesas “Saúde e Eleições”, e aproveitaram para apresentar suas propostas para a área. Manuela ofereceu ao público uma carta escrita pelo ex-presidente Lula sobre a temática, que reforça o discurso adotado pelos candidatos de esquerda. 

PEC 

Boulos criticou a não priorização de investimentos que podem reforçar a capacidade de alcance e de atendimento do SUS em todo o país, e avisou que, se eleito, cobrará mais impostos dos mais ricos e que usará esse dinheiro para investir em Saúde. “A ideia é um banho de investimentos para recuperar renda, emprego, a saúde começa com condição de vida digna das pessoas. Isso é plenamente possível”, garantiu. “O Brasil não é pobre ou falido. Precisamos de um plano de distribuição de renda para prover serviços públicos”, explicou. 

Manuela também fez sua fala em volta da Proposta de Emenda Constitucional aprovada em 2016 que congelou investimentos em Saúde e Educação e sobre a necessidade de valorização do SUS. “Revogar a PEC 95 tem relação com a ideia que imaginamos para enfrentar a crise na Economia. É terrível para o Brasil, para os Estados”, afirmou. Crise não será enfrentada com corte de investimentos. É equivocada do ponto de vista humano”. 

SERVIÇO

CONGRESSO

- O XXXIV Congresso Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasem), ocorre até hoje (27), no Hangar Centro de Convenções da Amazônia.

(Carol Menezes/Diário do Pará)





Comentários

Destaques no DOL