Notícias / Pará

EDUCAÇÃO

Universidades suspendem aulas por causa da greve dos caminhoneiros

Segunda-Feira, 28/05/2018, 07:31:29 - Atualizado em 28/05/2018, 09:04:37 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Universidades suspendem aulas por causa da greve dos caminhoneiros (Foto: Rogério Uchoa/Arquivo)
A Ufra foi uma das instituições que suspenderam as aulas nesta segunda-feira (28). (Foto: Rogério Uchoa/Arquivo)

Algumas instituições de ensino do Pará suspenderam as aulas nesta segunda-feira (28), devido a greve nacional dos caminhoneiros, que chega ao 8° dia. A decisão foi tomada devido à falta de combustível ocasionada pela paralisação, que dificulta a locomoção até as unidades de ensino.

A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) suspendeu as aulas em todos os campi da instituição, nos municípios de Belém, Capanema, Capitão Poço, Paragominas, Parauapebas e Tomé-Açu.

A instituição ainda afirmou que as demais atividades deverão permanecer funcionando normalmente e que "o Calendário Acadêmico será ajustado assim que todas as atividades retornem à normalidade para que não haja prejuízos aos discentes".

Um novo comunicado deverá ser divulgado no fim da tarde de hoje para informar sobre as atividades no decorrer da semana.

Já a Universidade do Estado do Pará (Uepa) informa que as aulas foram suspensas, por enquanto, apenas no campi de Castanhal, no nordeste paraense. Ainda segundo a instituição, "os campi de Marabá, Redenção, Santarém, Moju e Cametá irão analisar a situação local nesta segunda, pela manhã". Já no campus de Igarapé-Açu, as atividades seguem normalmente.

A Uepa ainda levanta informações sobre os demais campi e divulgará as novas informações.

Na Universidade Federal do Pará (UFPA), as atividades continuam normalmente. Até a manhã de hoje, também não haviam cancelamentos de aula em instituições particulares de ensino, incluindo as de ensino superior e escolas de ensino fundamental e médio. 

(DOL)





Comentários

Destaques no DOL