Notícias / Pará

EM ANAPU

Suspeito de participar da morte de professor da UFPA foge durante abordagem policial

Quinta-Feira, 17/05/2018, 20:30:04 - Atualizado em 17/05/2018, 20:30:04 Ver comentário(s)

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Suspeito de participar da morte de professor da UFPA foge durante abordagem policial (Foto: Divulgação)
Corpo de José Adriano Giorgi (foto) foi encontrado com sinais de tortura em uma zona rural de Altamira (Foto: Divulgação)

Está foragido desde a tarde de hoje (17) Weliton Pires Damasceno, suspeito de envolvimento na morte do professor da UFPA (Universidade Federal do Pará), José Adriano Giorgi, de 47 anos, cujo corpo foi encontrado em uma zona rural de Altamira, oeste paraense.

Segundo informações, Weliton tem um mandado de prisão temporário decretado pela justiça, mas fugiu durante uma abordagem policial em uma casa no município de Anapu, sudoeste paraense.

Houve troca de tiros e ninguém ficou ferido, mas duas pessoas que estavam com Weliton foram presas e encaminhadas para a delegacia de Altamira. Na ocasião, um revólver também foi apreendido.

RELEMBRE O CASO

O professor Adriano Giorgi desapareceu no dia 21 de abril após realizar um saque no banco. Segundo a polícia, após o procedimento ele não teria se comunicado com mais ninguém. Seis dias depois, seu corpo foi encontrado em uma estrada vicinal a cerca de 20km da cidade de Altamira.

O corpo estava carbonizado e apresentava sinais de tortura. Além disso, a vítima foi morta com as mãos amarradas e teria sido atingida na cabeça.

(DOL)



Conteúdo Relacionado:





Comentários

Destaques no DOL