Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


26°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Autoridades falam sobre mortes sem controle no Pará e falta de ação do Governo

terça-feira, 10/04/2018, 15:58 - Atualizado em 10/04/2018, 22:35 - Autor:


O ex-ministro da Integração Helder Barbalho usou as redes sociais, na tarde desta terça-feira (10), para falar sobre a série de assassinatos ocorridos na segunda-feira (09), na Grande Belém. Pelo menos 10 homicídios foram registradas entre a tarde e a noite de ontem.


E a violência na capital só ganha novos números expressivos e preocupantes. Na tarde de hoje, durante uma tentativa de fuga do Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III), no Complexo de Santa Izabel, informações internas do presídio apontam pelo menos 28 pessoas mortas, dentre elas um agente prisional. 


No vídeo, Helder fala sobre a violência no Pará e da postura do Governo do Estado no meio de tanta violência. “Dói dizer, mas não há outra palavra para definir a triste realidade do Pará hoje: caos. E tão chocante quanto as mortes cada vez mais frequentes é a postura do Governo do Estado, que acha que está tudo bem. Enquanto eles fogem da responsabilidade, a violência foge do controle. Para restaurar a ordem, precisamos de medidas urgentes e contundentes. Precisamos da intervenção federal.”, escreveu na legenda do vídeo.



Na tarde desta terça-feira (10), um homem foi baleado próximo a shopping em Belém e outro em frente uma escola em Ananindeua



OUTRAS AUTORIDADES


Preocupados com a onda de violência que não diminiu, outras autoridades paraenses reclamam da atual situação da falta de segurança pública no Estado.


Na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), o deputado Iran Lima (MDB) foi à tribuna da Casa e expôs a preocupação com o momento pelo qual passa o Pará.



Na Câmara Federal, o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL) solidarizou-se com a família das vítimas dos profissionais mortos.



(DOL)


Dói dizer, mas não há outra palavra para definir a triste realidade do Pará hoje: caos. E tão chocante quanto as mortes cada vez mais frequentes é a postura do Governo do Estado, que acha que está tudo bem. Enquanto eles fogem da responsabilidade, a violência foge do controle.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS