Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Sucessor de Dorothy Stang, padre Amaro Lopes é preso por suspeita de assédio sexual

terça-feira, 27/03/2018, 08:13 - Atualizado em 27/03/2018, 13:56 - Autor:


Na manhã desta terça-feira (27), a Polícia Civil prendeu de forma preventiva o Padre José Amaro Lopes da Silva, do município de Anapu, sudoeste paraense. Ele é considerado o "sucessor" de Dorothy Stang na região.


A prisão de Amaro é resultado de inquérito policial no qual o padre foi indiciado pelos crimes de extorsão, ameaça, esbulho possessório e assédio sexual, informou a Polícia Civil. O preso foi transferido de Anapu para Altamira, para ficar recolhido no presídio local à disposição da Justiça.


Segundo a Polícia Civil, além dos relatos, foram obtidas, durante as investigações, provas materiais dos crimes praticados, entre as quais comprovantes de depósitos bancários em nome do padre e de outras pessoas ligadas a ele que comprovam os valores depositados como extorsão.As provas estão sendo mantidas sob segredo por determinação da Justiça.


De acordo com o delegado-geral Rilmar Firmino, tanto terras de terceiros quanto terras públicas eram alvos das práticas criminosas e acabavam, dessa forma, invadidas, loteadas para depois serem vendidas de forma ilegal. As investigações indicam que os crimes ocorriam, de forma reiterada, há cerca de cinco anos em Anapu.


Com o cumprimento dos mandados judiciais de prisão e de busca e apreensão, a Polícia Civil terá dez dias para concluir o inquérito e encaminhar os autos do procedimento investigativo à Justiça. "Com a conclusão das investigações, outras pessoas poderão ser indiciadas", ressalta Rilmar.


Trajetória de polêmicas


Em 10 de dezembro 2015, o Financial Times, dos Estados Unidos, já havia publicado uma reportagem destacando a ação do padre na luta contra fazendeiros e posseiros no local.


Na matéria, também publicada no portal Mídia Amazônia, foi citada ainda a informação de que o padre seria vítima de uma campanha de difamação para diminuir sua ação no local.


Em janeiro deste ano, o motorista identificado como "Cláudio", que seria da Pastoral da Terra e condutor particular de Padre Amaro, foi preso por porte de arma.


A detenção do padre causa alvoroço na cidade que foi por várias vezes, sacudida por crimes brutais e por disputas por terra. 


Padre Amaro é um líder comunitário e um dos mais ativos coordenadores da Pastoral da Terra no Pará, polêmico por defender a regularização fundiária e assentamentos para famílias carentes na região, trabalho que foi defendido por Dorothy Stang, assassinada em fevereiro de 2005. Recentemente um motorista do Padre Amaro foi preso com arma de fogo municiada e sem o porte devido.


Ex-padre preso por pedofilia em Belém


Em Belém, o ex-padre católico ortodoxo Dilermando Freitas de Lima, 48 anos goi preso por pedofilia. Ele é acusado de estuprar um menino que era coroinha na época que o acusado era padre, em Belém. O preso foi levado para a a Delegacia do Propaz Integrado que fica na Santa Casa de Misericórdia.



(DOL e informações de Felype Adams)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS