Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

DJ Ágatha não tem vínculo com cocaína encontrada durante ação policial

quarta-feira, 20/12/2017, 11:25 - Atualizado em 20/12/2017, 17:55 - Autor:


Na madrugada do dia 27, a Ágatha Cristina Santos Conceição Moreira, conhecida como DJ Ágatha, trabalhava tocando em uma casa noturna em Belém quando, durante uma operação policial, uma mochila que estava próxima a ela foi apreendida.


No interior do objeto, a Polícia encontrou cocaína. Pela proximidade física à DJ, a Polícia considerou que os entorpecentes encontrados pertenciam à Ágatha e a abordaram sobre tal conteúdo. Pela rapidez do fato e por ela ter feito uma transmissão ao vivo pelo Facebook sobre o caso, a interpretação mais rápida era de que ela era a dona de tal material e estava sendo detida por isto.


No entanto, não foi isto que ocorreu, como o DOL informou em primeira mão. Nas publicações do dia 27, tal informação chegou a ser veiculada, seguindo as informações da Polícia Civil, que dizia, na íntegra:


"Estava ocorrendo uma operação da PM e Juizado da Infância para revistar bares e casas de shows em Icoaraci, quando teria ocorrido uma denúncia sobre tráfico de drogas no bar onde a DJ Agatha estava tocando. No local, os PMs informaram que teria drogas no local. Durante revista no bar, foi achada uma mochila com cocaína que estaria entre os pertences da artista. Diante disso, a DJ Agatha foi conduzida pela guarnição militar para a Seccional de Icoaraci, com objetivo de prestar esclarecimentos sobre o fato. Após ser ouvida, ela foi liberada. Segundo a diretora da Seccional de Icoaraci, delegada Flavia Leal, o achado da droga no local vai ser apurado por meio de inquérito policial. A droga foi encaminhada para perícia de constatação no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves."


Seguindo o dever jornalístico de ouvir todos os envolvidos, entramos em contato com a DJ Ágatha, que negou sua participação na ocorrência e, reafirmando o que já havia publicado em sua página no Facebook e veiculado pelo DOL, onde informou que, na verdade, a mochila não era sua e que a transmissão feita apenas serviu para relatar o caso, explicar a interrupção da festa e, por fim, afirmar que estava sendo levada na condição de testemunha.


Reafirmando o nosso compromisso diário de sempre levar, com agilidade e precisão, notícias de interesse público, entretenimento, esporte e tantas outras que tornaram o Diário OnLine o portal de notícias mais lido do Estado e um dos maiores da região, diante de tais esclarecimentos, reconhecemos o equívoco das informações iniciais divulgadas sobre a possível participação da Ágatha na situação, ainda que tenham sido passadas pela fonte oficial (Polícia Civil) e reitera que a DJ citada não possui nenhum tio de processo contra si neste caso.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS