Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Pará é responsável por 99% da produção nacional do açaí

domingo, 24/09/2017, 09:19 - Atualizado em 24/09/2017, 09:19 - Autor:


Ele já virou moda nas academias, em barracas de praia e até em pratos sofisticados da gastronomia brasileira e de outros países. Entretanto, é aqui no Pará que o açaí é considerado mais que uma bebida ou sobremesa. Não importa a hora e o acompanhamento, ele é prato principal na mesa dos paraenses. E não é pra menos: 99% do fruto consumido do País é produzido em nosso Estado. Ano passado, foram cerca de 1,65 mil toneladas, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Seu Waldomiro Aires, 44 anos, trabalha com açaí há 22 anos. Ele é dono de uma barraca de comida na Feira do Ver-o-Peso, em Belém. Todos os dias, comercializa 100 litros do fruto. Com toda essa experiência, ele já presenciou diversas maneiras de consumir açaí, mas um, especialmente, não sai de sua memória. “O homem chegou e pediu um litro, sem açúcar. Se nada. Ele tomou em segundos. Depois, pediu mais um litro e tomou rapidamente”, lembra. 


Sônia Gonçalves, 35, trabalha a venda do produto na mesma feira há 6 anos. Tempo suficiente para conhecer o perfil dos apreciadores do fruto. “Tem cliente que 8h já toma açaí antes de trabalho. No almoço volta, e pede mais”, conta. Ela garante que a preferência do paraense é tomar a bebida com farinha d’água e sem açúcar. 


SAÚDE


Para o autônomo Eduardo Sá Rodrigues, 38, não há como pensar em comida se não tiver o fruto. “Se eu não tomar é o mesmo que não comer”, explica. Já o feirante Denis Pimentel, 28, garante não tem hora para consumir, mesmo pesando no bolso. “Tomo três vezes ao dia. Deixo de comprar outras coisas, mas do açaí não abro mão”, garante. No mês passado, na grande Belém, o valor médio comercializado nas feiras livres era de R$ 16,69, conforme apontou o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/Pa). 


Para a nutricionista Elaine Rocha o consumo do fruto se tornou tendência no mundo por ser rico em substâncias que fazem bem à saúde. “Ele contem o antioxidante antocianinas que previne de várias doenças”, conta. O açaí também virou febre nas academias, por aumentar a disposição no treino. A bebida contém ferro, carboidratos, fósforo, fibras, cálcio e proteínas. “O ideal é consumir moderadamente e com pouco açúcar, pois é calórico”, orienta a especialista. 



(Roberta Paraense/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS