Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Eclipse solar que cobrirá os EUA poderá ser visto no Pará

quarta-feira, 16/08/2017, 19:15 - Atualizado em 19/08/2017, 09:06 - Autor:


O eclipse solar que cobrirá a totalidade do território dos Estados Unidos em 21 de agosto está movimentando também os amantes de astronomia no Brasil. Ele poderá ser visto parcialmente por quem mora nos Estados do Norte e do Nordeste do País, inclusive o Pará. Na capital paraense será possível ver 38% do sol escondido, segundo mostra o mapa do eclipse divulgado pela Nasa.


O fenômeno deve ocorrer entre 16h30 e 17 horas, no horário de Brasília.



Pesquisador do departamento de Astronomia da Universidade de São Paulo (USP), Roberto Costa disse que as melhores regiões para visualizar o fenômeno no Brasil estão no extremo norte, mas a observação depende das condições climáticas. 


“Amapá, Roraima e as partes do norte do Amazonas, Pará, Maranhão, Ceará, Piauí e o litoral do Rio Grande do Norte terão a melhor visualização”, afirmou. Nessas regiões, o fenômeno pode durar até meia hora. “Quem estiver abaixo de Brasília não verá nada.”


O eclipse solar é a sombra da lua provocada pelo sol incidindo sobre a Terra. O lunar é o inverso: a sombra da Terra sobre a lua. Os eclipses costumam ocorrer de duas a sete vezes por ano. Para acontecer no mesmo lugar, é preciso um espaço de tempo de pelo menos 54 anos, afirma Costa.


O evento, chamado pelos americanos de o "maior eclipse da história", terá transmissão ao vivo da agência espacial Nasa para o mundo. 


Em 2019 e 2020, os brasileiros terão outras oportunidades para observar parcialmente o fenômeno, que terá totalidade no Chile e na Argentina.


Cuidado


Para quem terá a chance de visualizar o eclipse do dia 21, uma das principais recomendações é nunca olhar diretamente para o astro, nem mesmo com óculos de sol. Filtros de soldador e vidros escuros são mais indicados para fazer a observação sem prejudicar a visão.


Outra regra é nunca olhar para o sol com instrumentos de aumento como lentes e telescópios que não estejam equipados com filtros. “Usar um binóculo e apontar diretamente para o Sol é jogar uma quantidade imensa de luz dentro do olho. Em alguns casos, pode até queimar a retina”, advertiu Costa.


A última vez que um eclipse solar total pôde ser observado no Brasil foi em novembro de 1994.


Serviço


Onde pode ser visto no Brasil: Pará, Amapá, Roraima e norte de Amazonas, Piauí, Ceará, Maranhão e Rio Grande do Norte. Horário: entre 16h30 e 17h.


(DOL com informações do Estadão)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS