Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Helder viabiliza R$ 27 mi para a orla de Mosqueiro

sábado, 18/03/2017, 07:30 - Atualizado em 18/03/2017, 08:46 - Autor:


A partir de hoje, a Prefeitura de Belém está autorizada a iniciar o processo de licitação para as obras de recuperação da orla da ilha do Mosqueiro, distrito da capital paraense. O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, acompanhado do senador Jader Barbalho (PMDB), esteve em Belém ontem, quando se reuniu com o prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) para assinar a liberação de R$ 27 milhões em recursos para as intervenções em dez praias da bucólica. A parceria não exigirá qualquer contrapartida por parte da administração municipal.


 Deputados estaduais, vereadores de Belém e representações de órgãos estaduais compareceram ao ato de assinatura do termo de liberação, que ocorreu na sede do Palácio Antônio Lemos, sede da administração da Prefeitura. Em seus discursos, tanto Zenaldo quanto Helder reforçaram que trata-se de uma parceria institucional, e não de acordo entre duas correntes partidárias consideradas opostas. “Foi assim com Dilma, com Lula, e não seria diferente no governo do presidente Michel Temer. São parcerias necessárias para a boa aplicação do recurso público”, defendeu o prefeito tucano.


 O ministro se disse honrado em contribuir para a revitalização de uma área tão querida pela população. “É uma demonstração clara de que as relações institucionais falam mais alto, a ponto de o Governo Federal sequer exigir contrapartida da Prefeitura para liberar os valores”, avaliou Helder.

SENADOR PRESENTE


O senador Jader Barbalho se disse feliz em testemunhar um ato que demonstra a preocupação de Helder em ajudar o Estado, a Prefeitura e os municípios. “Independente de quem esteja ocupando a administração. Nossos cargos são eventuais. O interesse da opinião pública é permanente”, reforçou.


Basicamente, os valores bancarão a construção de muros de contenção para amenizar os efeitos da erosão, revitalização de acesso de pedestres e de vias públicas em dez praias. Zenaldo não deu prazo, mas afirmou que pretende iniciar os trabalhos o quanto antes.


Erosão tem destruído as calçadas que ficam às margens das praias (Foto: Paula Lourinho)


PRAIAS


As obras serão no Ariramba, Areião, Marahu, Baía do Sol, Murubira, Paraíso, Grande, Porto Arthur, do Bispo e Chapéu Virado


PARA ENTENDER - LICITAÇÃO


- Primeiramente, será feita uma licitação, que já pode ser iniciada a partir de hoje, para escolher a empresa que vai executar a obra.
- Mediante do projeto apresentado pela Prefeitura e posteriormente aprovado pelo Governo Federal, os recursos serão enviados para custear as ações.




(Carolina Menezes/Diário do Pará)



Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS