Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Wlad esteve no RJ durante aquisição do imóvel

domingo, 23/11/2014, 11:11 - Atualizado em 03/12/2014, 20:03 - Autor:


O registro de viagens pagas pela Câmara dos Deputados acessível na página da Transparência da Casa mostra que o deputado paraense Wladimir Costa e seus assessores viajam religiosamente quase todos os meses do ano para o Rio de Janeiro.


Uma das viagens pagas pela Câmara foi feita durante o processo de compra da cobertura. O contrato de gaveta assinado pela antiga proprietária, Yolinda Picoli, está datado de 19 de agosto de 2013, mas a conferência das assinaturas no Cartório foi feita em 2 de agosto do mesmo ano.


Veja a reportagem da RBA TV:



Entre o ato da assinatura e o registro no Cartório, Wladimir Costa esteve no Rio, conforme consta nos registros de Emissão de Bilhetes Aéreos da Câmara. Ele voou de Belém para o Aeroporto do Galeão em 27 de julho e seguiu para Brasília no dia seguinte, 28 de julho.


A empresa Pousada La Musiki, de propriedade do filho e da mãe do Wlad, deveria funcionar na Avenida Perimetral nº 2242, no Bairro Marco, em Belém. No local não há nenhum prédio comercial.


Tapumes identificam uma obra paralisada. Moradores vizinhos informaram que está sendo levantada a edificação de um motel, mas que desde o início das eleições as obras foram paralisadas.


Acima, a frente do prédio em Copacabana comprado pelo filho e pela mãe de Wlad, que são proprietários de pousada em construção na avenida Perimetral (em baixo). (Fotos: Divulgação)



A Polícia Federal já está investigando a compra do luxuoso apartamento de cobertura no Rio de Janeiro em nome da mãe de Wladimir Costa. No Inquérito nº 3884 que tramita no Supremo Tribunal Federal, o ministro relator Dias Toffoli determinou que fossem feitas diligências “para apurar a suposta compra pelo deputado federal Wladimir Afonso da Costa Rebelo de uma cobertura na Avenida Atlântica, Copacabana, cidade do Rio de Janeiro, no valor de seis milhões de reais, em nome de uma sobrinha de nome Larissa (fl 6) ou Lisandra (fl 36)”.


Conforme o DIÁRIO apurou, a compra foi feita pelo filho e pela mãe de Wlad.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS