Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Notícias Pará

Notícias Pará

Servidores bloquearam BR-316 por mais de uma hora

terça-feira, 31/07/2012, 12:14 - Atualizado em 31/07/2012, 12:34 - Autor:


Os servidores federais realizaram um ato na rodovia BR-316, na manhã desta terça-feira (31), com o objetivo de pressionar o Governo para fazer uma negociação com os trabalhadores, que estão em greve há 41 dias. Servidores da Universidade Federal do Pará (UFPA) se uniram a funcionários federais de diversos outros órgãos, que também estão em greve, para integrar a manifestação.


Os grevistas escolheram a sede da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira - Estação de Recursos Genéticos José Haroldo (Ceplac/Erjoh), localizado no km 17, da rodovia BR-316, em Marituba, como ponto de concentração para o ato, e bloquearam a passagem de veículos na rodovia, no sentido Belém - Ananindeua, durante cerca de 1h e 30 minutos, causando grande congestionamento. A equipe da PRF esteve no local para negociar a liberação da pista. 


O protesto foi aprovado em assembleia geral ocorrida no dia 26, em que a categoria rejeitou a proposta do governo federal e decidiu manter a paralisação. Para os docentes, não houve avanço na negociação, pois o governo “deixa a desejar quando trata da estruturação da carreira, que é o grande motivo da greve.


De acordo com a Associação dos Docentes da UFPA (Adufpa), amanhã (1º), às 21h, os representantes dos servidores federais têm uma reunião com o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, em Brasília, para definir rumos da negociação. Paralelamente ao encontro, os servidores públicos do Pará farão vigília, desde às 18h, no hall e nos estacionamentos da UFPA, em Belém, aguardando o resultado da conversa.


Uma assembleia também já está marcada para acontecer na quinta-feira (2), no hall da reitoria da UFPA. A pauta do encontro será definida de acordo com os rumos da reunião que acontece na noite de quarta-feira.


(DOL)


Leia também: Servidores prometem radicalizar em protesto

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS