Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
ENFRENTAMENTO À COVID-19

Navio da Marinha chega a Belém com 90 mil m³ de oxigênio

Material atenderá hospitais com pacientes de Covid-19 no Pará e no Amapá

domingo, 02/05/2021, 11:08 - Atualizado em 02/05/2021, 11:08 - Autor: Com informações da marinha do Brasil


A operação de apoio logístico iniciou ainda em 22 de abril deste ano.
A operação de apoio logístico iniciou ainda em 22 de abril deste ano. | Reprodução/Marinha do Brasil

O uso de oxigênio é essencial em alguns casos de pacientes com Covid-19. Os casos moderados ou graves da doença podem exigir equipamentos que oferecem oxigênio para o organismo. O constante abastecimento tem garantido a segurança de pacientes internados nos hospitais por todo o Pará. 

O Navio de Apoio Oceânico (NApOc) “Purus”, da Marinha do Brasil (MB), irá atracar, neste domingo (2), na cidade de Belém (PA), com um tanque de 90 mil metros cúbicos (m³) de oxigênio líquido, da empresa White Martins, para atender hospitais com pacientes de Covid-19, no Pará e no Amapá. A ação faz parte de um esforço do Governo Federal para aumentar a disponibilidade de oxigênio medicinal nos Estados, frente a atual demanda elevada.

A operação de apoio logístico começou, no dia 22 de abril, com o transporte do tanque vazio do porto de Vila do Conde, em Barcarena (PA), até o Porto de Pecém (CE), a bordo do Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”. No Ceará, o tanque foi abastecido com oxigênio líquido e retornou ao Pará no NApOc “Purus”, a fim de dar prosseguimento à distribuição para os locais necessitados. Cerca de 150 militares foram empregados nas atividades.

A missão da MB contou com a colaboração da Companhia Docas do Pará (CDP), que disponibilizou cais e guindastes, da Santos Brasil, responsável pelo terminal de Vila do Conde, e do Complexo Industrial e Portuário do Pecém.

Desde março de 2020, por meio da Operação Covid-19, as Forças Armadas prestam apoio às medidas deliberadas pelo Governo Federal voltadas para reduzir os impactos da pandemia do novo coronavírus, permanecendo em condições de disponibilizar recursos operacionais e logísticos quando se fizerem necessários.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS