Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
MAIS SEGURANÇA

Pará não registra nenhum homicídio em 24 horas

Dados da Segup trazem boas notícias em relação ao número de crimes violentos no Pará;

quarta-feira, 28/04/2021, 12:46 - Atualizado em 28/04/2021, 12:46 - Autor: Com informações da Agência Pará


Medidas policiais mais estratégicas e assertivas que começaram a ser empregadas por todo o Pará.
Medidas policiais mais estratégicas e assertivas que começaram a ser empregadas por todo o Pará. | Pedro Guerreiro/Agência Pará

Dados consolidados pela Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), responsável pelo levantamento diário dos crimes registrados em todo o Pará, reforça a importância do policiamento preventivo em pontos estratégicos e trazem boas notícias. 

Nenhum crime violento letal intencional, que reúne homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte, foi registrado nos 144 municípios paraenses em 24h. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup), referente a zero hora até às 23h59 da última segunda-feira (26).

O interior do estado, assim como na Região Metropolitana de Belém, tem demonstrado queda nos crimes.  Para o secretário de segurança pública e defesa social, Ualame Machado, isso é fruto de medidas policiais mais estratégicas e assertivas que começaram a ser empregadas.

“É com grande satisfação que comunicamos que o Pará não registrou nenhum homicídio, latrocínio ou lesão corporal seguida de morte sequer na data de ontem. Isso representa o esforço conjunto dos órgãos de segurança pública que trabalham integrados procurando proporcionar cada vez mais paz aos paraenses”, afirmou o secretário.

A diminuição da violência também foi percebida ao longo do mês de abril. Segundo a Segup, no período de 1º até o dia 26 deste mês houve a redução de 59% de CVLI, levando em consideração o mesmo período de 2018, durante a gestão anterior. Se comparado com o ano passado, que já apresentava queda, a diminuição é de 18%. 

Ações - O ‘Polícia Mais Forte’ deslocou viaturas policiais após o expediente para atuarem no policiamento preventivo em pontos estratégicos da região metropolitana. De acordo com a Segup, com o fortalecimento das ações dentro do sistema penitenciário, os custodiados deixaram de ordenar crimes de dentro dos presídios, enquanto que os criminosos que insistem em cometer delitos se tornam peças de investigações que elucidam e punem os culpados.  

Bairros que antes eram marcados pela violência e criminalidade, como Benguí, Cabanagem, Terra Firme, Guamá, Jurunas, Icuí, em Ananindeua e Centro, em Marituba, agora contem com o programa Territórios pela Paz, com as ações de segurança pública e cidadania.

Para o interior do estado, a Segup tem levado o projeto ‘Segurança Por Todo o Pará’ como o objetivo de descentralizar a gestão e impulsionar as ações de segurança pública, a fim de reduzir os índices de criminalidade e promover a paz social nas demais regiões paraenses, respeitado as peculiaridades do local.

Ajuda da tecnologia

De acordo com Ualame Machado, este ano, a tecnologia irá ser um diferencial aliada à atuação dos agentes. Câmeras de vídeomonitoramento com tecnologia embarcada que possibilitarão a leitura de placa veicular e reconhecimento facial serão empregadas no combate ao crime.

Outra medida que já ocorre, segundo Machado, é a renovação da frota do Grupamento Fluvial para combater assaltos piratas, roubos a ribeirinhos e o tráfico de drogas pelos rios. Um Centro Integrado de Comando e Controle reunirá, com o emprego da mais alta tecnologia, agentes de todas as esferas para possibilitar um atendimento mais ágil à população.

“Sabemos que muito já foi feito e este fato é o resultado das ações conjuntas dos órgãos do sistema, mas reconhecemos que ainda há muito que melhorar e vamos continuar trabalhando para que dias como este se repitam”, garantiu o secretário de segurança pública.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS