Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
PEIXE GRANDE

Traficante de R$ 5 milhões está na mira da Polícia do Pará

A Operação Farinha, da Polícia Civil paraense, concentra esforços para achar Admilson Fermino Gabriel, o "Nego da Bandoleira", traficante de drogas interestadual com faturamento impressionante e responsável pela entrega de mais de 300 kg de drogas no Estado de Pernambuco no primeiro semestre de 2020.

terça-feira, 27/04/2021, 14:59 - Atualizado em 27/04/2021, 15:01 - Autor: Com informações policia civil.pa


 Admilson Fermino Gabriel, vulgo "Nego da Bandoleira", está sendo procurado pela Polícia Civil do Pará
Admilson Fermino Gabriel, vulgo "Nego da Bandoleira", está sendo procurado pela Polícia Civil do Pará | Divulgação PC/PA

A Policia Civil do Pará está a procura de Admilson Fermino Gabriel, vulgo "Nego da Bandoleira", ele é apontado como o principal alvo da “Operação Farinha”, operação deflagrada no dia 13 de abril, em que foram cumpridos 33 mandados de buscas 14 mandados de prisão preventiva.

De acordo com a polícia, na operação foram apreendidos aproximadamente um milhão de reais em espécie fruto do tráfico de drogas, bem como 28 quilos de Óxi e 12 veículos, dentre eles blindados de alto padrão e caminhonetes de luxo usados no transporte dos entorpecentes. No entanto, durantes as ações o suspeito não foi localizado em nenhum de seus endereços.

Segundo as investigações, "Nego da Bandoleira" é o principal comandante do tráfico interestadual, ele foi responsável pela entrega de mais de 300kg de drogas no Estado de Pernambuco no primeiro semestre de 2020 e obteve o faturamento médio de R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais). 

 

 Admilson Fermino Gabriel, vulgo "Nego da Bandoleira", está sendo procurado pela Polícia Civil do Pará
Admilson Fermino Gabriel, vulgo "Nego da Bandoleira", está sendo procurado pela Polícia Civil do Pará Divulgação PC/PA
 

No último dia 25 de fevereiro, uma equipe da Polícia Civil realizou a prisão em flagrante de José Erisvaldo da Silva, funcionário de "Nego da Bandoleira", transportando 500kg (meia tonelada) de drogas, a qual  pertenceria a "Nego da Bandoleira", droga era oriunda dos Municípios de Senador José Porfírio/PA e Porto de Moz/PA. 

As investigações apontaram ainda que todos os demais envolvidos trabalham para "Nego da Bandoleira", e são remunerados pelas atividades exercidas no grupo criminoso, colaborando com a ocultação de bens e “branqueamento” do dinheiro obtido pelo ilícito. 

"Nego da Bandoleira" é atuante de alta periculosidade no mundo do crime, visto que já responde outros crimes envolvendo principalmente o tráfico de drogas e homicídio. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS