Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO

"Não precisava matar a Rose": marido lamenta morte da esposa

Com exclusividade, Ramon Costa dá detalhes do ocorrido e conta que por pouco não foi atropelado junto com Maria Rosineide Cavalcante Barros, de 41 anos, arrastada por um ônibus, no sábado (24).

segunda-feira, 26/04/2021, 18:11 - Atualizado em 26/04/2021, 18:11 - Autor: Redação


Imagem ilustrativa da notícia "Não precisava matar a Rose": marido lamenta morte da esposa
| Sancha Luna/RBA TV

As discussões no trânsito são mais comuns do que pensamos. Acontece que, além de todo o transtorno que elas podem causar para quem precisa trafegar em uma via, algumas delas chegam a atitudes extremas, podendo levar até mesmo à morte. 

Um caso banal, ocorrido na tarde do último sábado (24), deixou a capital paraense chocada. Uma mulher, Maria Rosineide Cavalcante Barros, de 42 anos, foi atropelada e arrastada por um ônibus no cruzamento da avenida Almirante Barroso com a travessa Tavares Bastos, no bairro do Marco. 

A vítima teria descido de seu veículo, que tinha acabado de ser atingido por um ônibus, para falar com o motorista do mesmo. Porém, o condutor do coletivo teria acelerado e passado por cima da mulher, que foi arrastada no asfalto. Ela morreu na hora. 

O marido da vítima, identificado como Ramon Costa, que estava no veículo no momento do acidente, falou com exclusividade sobre o ocorrido. 

Assista:

   

motorista do ônibus, João Nogueira da Silva, foi preso em flagrante e, de acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), o mesmo segue sob custódia. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS