Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
MÃE E FILHO

Vítimas de incêndio em Parauapebas chegam no Metropolitano

Ocorrido na quinta-feira (22), o incidente provocou a morte de uma menina de 5 anos. Mãe e filho com ferimentos graves estavam internados no Hospital Geral de Parauapebas antes da transferência, que ocorreu por determinação da Justiça.

segunda-feira, 26/04/2021, 16:31 - Atualizado em 26/04/2021, 16:31 - Autor: Com informações Portal Pebinha De Açúcar


O Hospital Metropolitano é referência no tratamento de queimados na região Norte do país
O Hospital Metropolitano é referência no tratamento de queimados na região Norte do país | Alessandra Serrão / arquivo Ag. Pará

Sobreviventes do incêndio que vitimou a pequena Micaelle Sophya Paiva Barbosa, de apenas 5 anos, na última quinta-feira (22), em Parauapebas, sudeste paraense foram transferidos neste domingo (25) do Hospital Geral de Parauapebas (HGP) para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, região metropolitana de Belém.


Uma ação judicial movida em nome de Thaysa Jéssica Santos Paiva e o filho, Miguel Paiva, obteve deferimento na 1ª Vara Cível e Empresarial de Parauapebas. A ordem foi cumprida pelo município, que custeou a transferência das vítimas à capital paraense.

O Hospital Metropolitano, onde as duas vítimas estão internadas, é referência no tratamento de queimados na região Norte do país. Não há informações sobre o estado de saúde deles.


A casa onde a família morava, no Bairro Cidade Nova, em Parauapebas, foi atingida por um incêndio na última quinta-feira (22). O acidente foi causado pela explosão de um fogão improvisado, que estava em cima de uma cadeira de plástico.


Micaelle Sophya, de 5 anos, chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital. A mãe da menina, Thaysa Jéssica e o irmão mais novo, Miguel Paiva, de 1 ano, foram socorridos em estado grave. O esposo de Thaysa estava no local e sofreu queimaduras nas mãos. A filha mais velha de Thaysa, Michelly, de 7 anos, também estava na casa no hora do incêndio, mas não foi atingida pelas chamas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS