Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
IMUNIZAÇÃO

Pará recebe quase 100 mil doses de vacina contra Covid-19

As doses recebidas devem ser distribuídas já a partir deste sábado (24). Elas serão destinadas à primeira dose nos municípios que ainda não vacinaram todos os cidadãos acima de 60 anos

sexta-feira, 23/04/2021, 14:05 - Atualizado em 23/04/2021, 14:03 - Autor: Com informações da Agência Pará e Ministério da Saúde


O Pará recebeu 79.500 doses da Astrazeneca/Fiocruz e 19.400 doses da Sinovac/Butantan.
O Pará recebeu 79.500 doses da Astrazeneca/Fiocruz e 19.400 doses da Sinovac/Butantan. | Ricardo Amanajás/Agência Pará

A maioria dos idosos com 60 anos ou mais já estão vacinados em Belém. Para os que receberam a Coronavac, a imunização está completa. Mas muitas pessoas ainda esperam pela segunda dose da AstraZeneca/Oxford, que só deve ocorrer em junho.

A boa noticia é que o Pará recebeu na manhã desta sexta-feira (23) quase 100 mil doses. Deste total, o Pará vai receber 79.500 doses da Astrazeneca/Fiocruz e 19.400 doses da Sinovac/Butantan.

O Ministério da Saúde anunciou o envio, para todo o Brasil, de mais um lote com 3,5 milhões de doses de vacinas covid-19. São 2,8 milhões de doses da vacina da AstraZeneca/Oxford, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e 700 mil doses da Coronavac, do Instituto Butantan – os dois imunizantes são produzidos no Brasil com matéria-prima importada.



Distribuição

As doses recebidas devem ser distribuídas já a partir deste sábado (24). Elas serão destinadas à primeira dose nos municípios que ainda não vacinaram todos os cidadãos acima de 60 anos. Outra parte deve ser armazenada para garantir a segunda dose de quem já iniciou a imunização e precisa tomar a dose de reforço nos próximos dias. O envio será feito por vias terrestre, aérea e fluvial, e contará com o apoio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

"Nós pedimos que, mesmo aqueles que já iniciaram a imunização com a primeira dose da vacina, não deixem de tomar os cuidados básicos. Todos precisam continuar usando máscara, álcool em gel, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social. Todas as medidas aliadas à vacina vão nos ajudar a diminuir os números da doença no nosso Estado”, afirma o secretário de Saúde do Estado, Rômulo Rodovalho.

 

 

 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS