Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
FIQUE EM CASA!

Governo do Pará decreta lockdown a partir de 21 horas de segunda-feira na Região Metropolitana de Belém

Colapso nas redes municipal de saúde da RMB e privada fez o governador decidir por medidas mais restritivas

domingo, 14/03/2021, 08:20 - Atualizado em 14/03/2021, 09:28 - Autor: Diário Online


Imagem ilustrativa da notícia Governo do Pará decreta lockdown a partir de 21 horas de segunda-feira na Região Metropolitana de Belém
| Marco Santos/Ag. Pará

O Governo do Pará decretou novo lockdown em Belém e na Região Metropolitana, após a saúde pública municipal entrar em colapso neste sábado (13) e ter 100% dos leitos destinados a pacientes com Covid-19 ocupados.

A medida, que foi anunciada pelo governador Helder Barbalho na noite deste sábado (13),  vale, inicialmente, por sete dias, a partir das 21 horas de segunda-feira (15), em Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara. 

Com isso, apenas os serviços essenciais, como supermercados, farmácias, feiras, entre outros, poderão funcionar.


Além de 100% dos leitos ocupados na rede municipal, mais de 100 pessoas com Covid-19 estão na fila de espera por leitos na rede municipal de Belém. Os hospitais particulares de Belém também estão sem vagas de leitos clínicos e UTIs e com alta demanda de atendimento.

Saúde municipal de Belém entra em colapso e tem 110% dos leitos ocupados para Covid-19

PSM do Guamá será fechado e atenderá somente casos de Covid-19

De acordo com boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA), na noite deste sábado (13), o Pará tem 382.872 casos e 9.329 óbitos no Pará. 

No início da noite deste sábado, o governador Helder Barbalho também anunciou que o Governo do Pará está abrindo hoje mais 25 leitos de UTIs e 25 leitos clínicos para atendimento de pacientes com Covid, no Hospital Abelardo Santos. 

No último dia 03, Helder Barbalho já tinha mudado o bandeiramento vermelho em todo o Estado, o que significava alto risco de disseminação da doença. Essa é a segunda vez que Belém e a Região Metropolitana entra em lockdown. A primeira vez foi em maio de 2020. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS