Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
BOA AÇÃO

“Ser justo e correto sempre vale a pena”, diz mototaxista que devolveu dinheiro pago por engano

A boa ação do jovem Felippe Carneiro, em Belém, repercutiu positivamente nas redes sociais.

sexta-feira, 05/03/2021, 21:58 - Atualizado em 05/03/2021, 21:57 - Autor: Fernanda Palheta


Felippe e sua passageira.
Felippe e sua passageira. | Reprodução/Facebook

Boas atitudes sempre chamam atenção. Causam uma mistura de estranheza e surpresa, mas que desaparecem em seguida para dar espaço a uma sequência de sentimentos tão bons que chegam a ser indescritíveis. Foi justamente esse o efeito que Felippe Carneiro causou com um gesto tão simples, mas suficiente para reverberar por toda a internet.

O jovem tem sido “alvo” de comentários parabenizando-o pela atitude narrada por uma mãe nas redes sociais. Na última quarta-feira (3), ao completar mais uma de tantas corridas como mototaxista, sua passageira ofereceu como pagamento, por engano, uma nota muito acima do esperado. O que era para ser uma nota de R$2, acabou sendo uma de R$100.

“Quando chegou na casa dele, ele lembrou que ela tinha dado o dinheiro embolado, pois ele foi muito justo e digno. Difícil alguém ter um caráter e uma postura como essa”, diz o relato, que ressalta: “Super indico ele como mototáxi. Muito obrigada, meu amigo. Deus te abençoe e te conserve esse menino digno”.

Morador do conjunto Maguary, Felippe Carneiro vive com o pai, que atualmente se recupera em casa depois de ter sido submetido a uma cirurgia no coração em dezembro do ano passado. “Mas ele está quase 100%”, garante o filho.

A renda que chegava não era suficiente, motivando o rapaz a buscar alternativas para ajudar o pai a sustentar a casa.

“Eu não tinha outra coisa em vista e as oportunidades de emprego estão raras”, conta. “Meu amigo Neto me deu a chance de rodar na moto dele, então pego a moto a partir de 12h e vou até às 21h, no máximo. Tem dia que a gente faz um bom dinheiro e tem dia que não faz nada”.

Felippe estuda, mas precisou parar por conta da pandemia. O fato de ter tido pouca experiência profissional, entretanto, não o impede de sonhar. “Gostaria de ter um emprego formal”, é o que espera.

Próximo de completar 18 anos, ele segue em suas missões diárias pelas ruas da capital para conseguir realizar o desejo de ter a própria moto.

A publicação da mãe feita no início da semana ganhou a internet. Milhares de compartilhamentos e comentários parabenizando Felippe pelo grande gesto. Perguntamos o que passou pela cabeça dele quando percebeu que sua boa ação viralizou. Ele não pensou duas vezes ao responder: “Ser justo e correto sempre vale muito a pena”.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS