Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
INFORMAÇÃO

Pedagoga orienta sobre o papel da escola no combate às fake news

Pedagoga orienta alunos a criticar tudo o que leem e ressalta a importância da alfabetização midiática

segunda-feira, 01/03/2021, 16:07 - Atualizado em 01/03/2021, 16:07 - Autor: Com informações da assessoria


Imagem ilustrativa da notícia Pedagoga orienta sobre o papel da escola no combate às fake news
| Divulgação/MCTIC

As fake news sempre estiveram presentes ao longo da história, mas com a popularização da internet e mais pessoas tendo acesso ao meio de comunicação mais democrático do mundo, este problema tornou-se maior, dando início a uma guerra contra informações falsas, com narrativas cada vez mais elaboradas.

É aí que mora o perigo: como identificar uma informação falsa de uma verdadeira? Qual o papel da escola nesse combate?

Além da internet e das redes sociais, o que tem tornado essa difusão de informações falsas cada vez maior é o fato das pessoas terem perdido o costume de verificar as fontes de um dado. Quando algo é publicado, automaticamente há centenas de compartilhamentos, e muitos usuários não checam de onde partiu aquela notícia.

Para Lorena Jacob, diretora pedagógica de um colégio de Belém, as escolas são grandes capacitadoras para a reflexão crítica e o seu papel no combate às fake news consiste em ensinar o aluno a identificar o falso do verdadeiro, "são competências fundamentais da escola, principalmente neste momento em que a sociedade vive, ensinar o aluno a ter senso crítico, aprender a lidar com as mídias e a administrar seus conteúdos, é o que chamamos de alfabetização midiática. É fundamental orientá-los a como proceder antes de compartilhar uma informação, a refletir em como se relaciona, como esse aluno informa e como se expressa nas mídias. No combate às desinformações, formar pessoas cada vez mais conscientes, críticas e engajadas é a melhor arma que temos”, a pedagoga orienta que esse exercício deve ser contínuo e que os jovens devem ser ensinados a criticar tudo o que leem, a fim de perceber quando podem estar sendo manipulados e por qual motivo.

Como identificar uma fake news?

- Verifique a origem do conteúdo: quem postou? Quais as características do perfil, site, ou pessoa que compartilhou a notícia?

- Observe o conteúdo: avalie a estrutura do texto; leia mais que só o título e subtítulo; o texto apresenta erros de português, formatação, há uso exagerado de pontuação? confira a data da publicação; pode ser algo antigo? O veículo que publicou tem credibilidade reconhecida? Há fontes confiáveis no material? A informação pode ser encontrada em outras fontes confiáveis?

- Procure em buscadores, como o Google, se agências de checagem já verificaram o conteúdo, se a notícia repercutiu em outros meios, ou se foi desmentida por pessoa ou entidade de reputação confiável.

- Verifique a origem da imagem: é possível fazer busca reversa, pelo google, que indica a origem da foto. No caso de vídeos, há ferramentas que fazem a pesquisa no YouTube.

- Só compartilhe após checar se as informações estão corretas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS